BTG Pactual (BPAC11) e DFC fazem parceria de US$ 300 milhões para PMEs

Victor Meira
Com formação em Ciências Sociais e Jornalismo, experiência em redação nas editorias de esportes, empregos, concursos, economia e política.

Crédito: Crédito: BTG Pactual/Divulgação

O BTG Pactual (BPAC11) e a United States Internacional Development Finance Corporation (DFC), dos Estados Unidos, anunciaram uma parceria para financiar as Pequenas e médias empresas brasileiras (PMEs). O fundo terá um valor de US$ 300 milhões.

A linha de crédito será distribuída por meio do BTG+ Business, plataforma digital de soluções para pequenas e médias empresas do banco de investimentos brasileiro. 

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

BTG (BPAC11): parceria para aprimorar produtos para PMEs

De acordo com o banco de invesimentos, a parceria com DFC irá fortalecer o financiamento para PMEs no Brasil. Este terá foco no apoio a empresas lideradas por mulheres e negócios com representação majoritária de mulheres em sua força de trabalho, que produzam produtos que beneficiam mulheres e regiões menos desenvolvidas no Norte e Nordeste.

Roberto Sallouti, CEO do banco brasileiro disse que a parceria vai ajudar o banco a aprimorar o desenvolvimento dos negócios voltados para as pequenas e médias empresas. 

“Isso consolida ainda mais nossos esforços de ESG, focados nos benefícios sociais que o acordo nos levar. Ajudando-nos a nos tornarmos a instituição financeira líder em ambiente ESG na América Latina”, disse.

Para DFC, parceria terá impacto positivo

“A DFC acredita que esse acordo trará um impacto significativo. Principalmente no desenvolvimento de pequenos negócios no Brasil”, afirma Algene Sajery, vice-presidente do Escritório de Assuntos Externos da DFC.

Para o executivo, a parceria ajuda a desbloquear todo o potencial econômico de mulheres empreendedoras. Além disso, ajuda ainda a enfrentar as lacunas de desenvolvimento rural e a desigualdade de renda no Brasil.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo