BTG: GPA (PCAR3) tem resultado resiliente com destaque para Assaí

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução / Flickr / Pão de Açúcar

Como no segundo trimestre, a GPA (PCAR3) reportou um conjunto resiliente de números do terceiro trimestre de 2020.

A receita bruta no Brasil cresceu 20% na comparação ano a ano, 5% abaixo da previsão do BTG. Já as vendas mesmas lojas (SSS, na sigla em inglês) da divisão de alimentos do Brasil subiu 14,8% (1,2 ponto percentual acima da projeção do BTG), com fortes atuações em todos os formatos.

O Assaí atingiu R$ 10,1 bilhões em vendas (aumento de 33% ano a ano), com SSS crescendo 18,1% e nove inaugurações de lojas no período (duas por meio de conversões).

BDRs| Confira os papéis disponíveis para Investimentos

De acordo com o BTG, a divisão Multivarejo registrou desaceleração, com aumento de 5,5% nas vendas na comparação anual (ou + 7,6% ex-drogarias e postos de gasolina), com crescimento de SSS de 10%.

Enquanto isso, supermercados, hipermercados e lojas de bairro apresentaram crescimento de SSS de 17,9%, 7,4% e 36,5% aa, respectivamente, com o Pão de Açúcar banner reportando expansão de SSS de 3,6% a / a.

As vendas de comércio eletrônico do GPA cresceram 240% ano a ano, atingindo 6% das vendas totais (12,4% das vendas da bandeira Pão de Açúcar).

Margem bruta inferior compensada pela alavancagem

A margem bruta (divisão alimentação Brasil) caiu 70 pontos-base, impulsionada pela alta participação do cash-and-carry no total de vendas e queda de 10 pontos-base na base anual no Multivarejo.

Conforme o BTG, a margem bruta mais baixa foi compensada pela alavancagem operacional, com despesas de SG&A diminuindo 140 bps ano / ano.

Assim, o Ebitda ajustado da divisão de alimentos do Brasil atingiu R$ 1,3 bilhão (+28% a / a), com a margem Ebitda ajustado de 7,9% (aumento de 60 bps ano/ano), até 50bps e 80bps a/a no Multivarejo e Assaí, para 8,1% e 7,8%, respectivamente.

O resultado consolidado (Brasil + Éxito) atingiu R$ 428 milhões (em linha com a projeção do BTG), enquanto a alavancagem financeira medida pela relação dívida líquida / Ebitda da empresa atingiu 2,1 vez. No segundo trimestre, a alavancagem era de 2,2 vez no segundo trimestre de 2020.

Éxito

O grupo Éxito reportou alta de 24% das vendas totais em reais. As vendas mesmas lojas (SSS) totais cresceram 1,8%, com restrições de circulação na Colômbia (SSS de queda de 1%), que foi compensado pelos desempenhos no Uruguai e Argentina (SSS aumentou 11% e 12,7% respectivamente).

O lucro bruto atingiu R$ 1,3 bilhão, enquanto o Ebitda ajustado foi R$ 436 milhões, com margem Ebitda de 8,2% (+0,6 p.p.).

GPA se beneficia de inflação dos alimentos e potencial cisão

Embora reconhecidamente com desempenho inferior ao Carrefour (CRFB3), Os números resilientes do GPA no terceiro trimestre corroboram com visão positiva do BTG sobre a ação do GPA.

De acordo com o BTG, o GPA vem se beneficiando de maiores gastos com alimentação em casa pelos consumidores, aumento da inflação de alimentos no país e monetização de ativos não essenciais.

Além disso, o valor gerado pela potencial cisão das divisões Assaí e Multivarejo, que se uniram com uma avaliação relativamente atraente.

Se você quer saber mais sobre o mercado de ações e como investir, preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato.