BTG (BPAC11) vê estratégia da Weg (WEGE3) em diversificar mercados

Karin Barros
Jornalista com atuação nos dois principais jornais impressos da Grande Florianópolis por quase 10 anos. Costumo dizer que sou viciada em informação, por isso me encantei com a economia, que une tudo de alguma forma sempre. Atualmente também vivo intensamente o mundo da assessoria de imprensa e do PR.
1

Crédito: Reprodução site oficial da Weg

A aquisição, por parte da Weg (WEGE3) da Balteau Produtos Elétricos sinaliza uma estratégia em diversificar mercados. É o que avalia relatório do banco BTG Pactual (BPAC11) sobre o negócio.

Embora a transação não tenha sido divulgada, a empresa destacou que não representa um investimento relevante. Segundo o relatório, a receita da Balteau em 2020 representa apenas cerca de 1% da receita da Weg.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

BTG (BPAC11): estratégia de mercado

Os produtos da Balteau são aplicados principalmente em grandes sistemas de transmissão e distribuição (T&D), como subestações e contratos industriais. isto mostra o apetite da Weg para o mercado de transmissão no Brasil.

A transação está sujeita a certas condições e aprovação das autoridades locais de defesa da concorrência (CADE).

Analistas da BTG afirmam que veem um movimento interessante como parte do processo contínuo de verticalização da empresa. Aumentando seu conhecimento e gama de portfólio por meio de produtos complementares.

Movimento positivo

Embora pequeno, o movimento de aquisição da Weg sobre a Balteau também envia uma mensagem de continuidade no crescimento da receita da empresa em um ambiente tão volátil, o que é visto como positivo pela BTG.

No site oficial da Weg, Carlos Diether Prinz, Diretor Superintende da Unidade Transmissão & Distribuição afirmou a complementariedade do escopo de produtos.

“Com esta aquisição a Weg vai complementar sua posição como fornecedora de soluções para os projetos de infraestrutura de transmissão de energia e completar seu escopo de produtos e soluções ligados ao segmento de geração, transmissão e distribuição de energia (GTD)”, explicou.

O que é a Balteau

Balteau é um fabricante tradicional de transformadores e fornece para empresas de energia elétrica, fabricantes de painéis, mineração, metalurgia, indústrias siderúrgicas, químicas e de petróleo no Brasil e vários outros países.

A empresa possui um histórico de mais de 40 anos e uma unidade de produção de 11.800 m².

A empresa é especializada em design, fabricação, testes elétricos, e serviços técnicos de transformadores de corrente e transformadores de potencial capacitivos até a 550kV. 

Além disso também produz transformadores de tensão indutivos até 145kV e conjuntos de medição até 36kV. São produtos que atualmente não fazem parte do portfólio Weg.

A receita líquida em 2020 foi R$ 122 milhões. A aquisição da Balteau complementa o portfólio da fábrica da Weg realizado em 2020, também focada no negócio de T&D (Transmissão e distribuição), que tem sido um fator chave foco de crescimento inorgânico da empresa, ao lado de soluções digitais e segmentos de internet.

Conhecimento em produtos

Este movimento segue a várias aquisições anteriores. É considerado parte da estratégia de explorar novos mercados e acessar novas tecnologias. O objetivo seria aprimorar o conhecimento em produtos complementares.

De acordo com o banco, é possível continuar a ver produtos de ciclo longo como mais resilientes. Embora seja reconhecida que os produtos de ciclo curto continuam em tendência de recuperação. 

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3