BTG (BPAC11) vê redução de alavancagem para Ânima (ANIM3)

Matheus Gagliano
Jornalista formado em 2007. Possui mais de 15 anos de experiência em jornalismo econômico e corporativo. Passou por veículos especializados como Brasil Energia e Canal Energia e pelo Jornal do Commercio, do Rio de Janeiro. Além de passagens por veículos como Record TV do Rio, jornal O Dia e Diário Lance.
1

Relatório do banco BTG Pactual (BPAC11) vê redução de alavancagem para Ânima (ANIM3). Isto deve ocorrer após a assinatura de um convênio com a DNA Capital. Esta injetará R$ 1 bilhão na Inspirali – divisão de negócios de medicina da Anima. Com isso, a DNA terá participação de 25% no negócio.

O valuation do negócio, de acordo com o banco, confirma a tese de que a Anima está subvalorizada. O EV (valor da firma) foi definido em R$ 5 bilhões, que equivale a 110% do valor de mercado da Anima. O negócio foi avaliado em aproximadamente R$ 2,2 milhões por vaga. O que está em linha com as transações anteriores no setor de medicina. Porém, fica abaixo do múltiplo da Afya (maior empresa listada no setor de medicina).

A Inspirali encerrou o terceiro trimestre com 9,8 mil estudantes de medicina. E a empresa tem potencial para atingir 15 mil estudantes de medicina em maturidade.

No último trimestre, o banco estimou que as receitas anualizadas e o EBITDA da Inspirali totalizou R$ 886 milhões, representando 27% das receitas consolidadas da ANIM3, e R$ 606 milhões (Margem de 68,5% e 44% do EBITDA consolidado de Ânima), respectivamente.

BTG (BPAC11): endividamento deve atender aos planos

Após o acordo o banco acredita que a empresa deve cumprir seu plano de 2022 de 4x Dívida Líquida/ EBITDA ajustado. Desta forma, reduz o risco da tese de investimento. O banco calcula que a alavancagem da Anima deve ser 2,8x EBITDA ajustado após a transação.

A empresa de educação uma teleconferência. Nesta há a expectativa de dar mais detalhes sobre governança corporativa após a injeção de capital e sobre a formação do Conselho de administração. Com a alavancagem sob controle e o valuation atraente, o banco reitera a classificação de COMPRA para ANIM3. E espera uma reação positiva do mercado.

Resultado do 3TRI21

O lucro líquido consolidado da Anima (ANIM3) para o 3TRI21 foi de R$ 58,6 milhões, aumento de 196% em relação ao mesmo período de 2020.

No acumulado para os nove meses de 2021, a companhia reportou um lucro líquido de R$ 133,6 milhões, alta de 74% sobre a base anual.

O resultado financeiro líquido para o trimestre foi negativo em R$ 144,6 milhões ante um resultado negativo de R$ 36,7 milhões no 3TRI20.

O ticket médio líquido das unidades apresentou um crescimento de 1,3%, alcançando R$ 965. Já a base com 310,56 mil alunos, cresceu 168,5% em relação ao 3TRI20.