BTG (BPAC11) destaca seis pontos sobre o futuro de Localiza (RENT3)

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Divulgaçâo/Localiza

O BTG Pactual (BPAC11) participou de uma reunião com os executivos da Localiza (RENT3), que atualizaram informações sobre os resultados do primeiro trimestre de 2021 e as expectativas de crescimento para os próximos trimestres.

O BTG elencou seis principais destaques do encontro:

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

  • Os veículos adquiridos devem gradativamente melhorar a partir do segundo trimestre em diante;
  • As margens da divisão de Seminovos devem cair lentamente para níveis históricos até o segundo semestre de 2022, com a venda de carros depreciados;
  • A recente classificação do Cade do negócio RENT/LCAM como “complexo” não foi uma surpresa;
  • Taxas de juros mais altas e os preços dos carros podem beneficiar o segmento da frota, com os clientes migrando para o aluguel;
  • A Localiza continua priorizando a lucratividade sobre o crescimento, aprimorando sua estratégia positiva de alocação de capital;
  • A perspectiva de crescimento para os próximos 2-3 anos permanece sólida.

“Em nossa opinião, a reunião foi importante para lançar alguma luz sobre o ritmo da normalização do fornecimento de veículos e reforçar os sólidos drivers de crescimento de longo prazo da Localiza. Nós continuamos a ver as atualizações da combinação de negócios com a Unidas como principal gatilho para o estoque do semestre”, diz o BTG.

O banco recomenda compra de RENT3 até o preço de R$ 62,65.

Fornecimento de veículos: recuperação gradual

A Localiza espera retomar o crescimento da frota a partir do segundo trimestre (embora lentamente), com oferta de veículos subindo gradualmente para níveis mais normais até o final do ano.

A empresa espera que o forte aumento no preço do carro comece a acomodar as viagens mais para frente (uma vez que os preços já dispararam 20% no ano passado e subiram mais 10% este ano). Por isso, a empresa vem adotando uma postura mais conservadora com o crescimento da frota, com foco na rentabilidade sobre o crescimento.

Além disso, a Localiza tem priorizado segmentos com maior rentabilidade, em linha com sua estratégia de alocação de capital.

Seminovos: margens normalizadas até o 2º semestre de 2022

A empresa acredita que a divisão de seminovos deve continuar em alta no segundo trimestre, embora lentamente normalizando depois.

A administração espera que a margem Ebitda de seminovos volte gradativamente aos níveis até o segundo semestre de 2022. Em termos de depreciação, a empresa espera uma recuperação constante à medida que o ambiente de preços fique mais fácil.

A empresa vê o aumento da taxa de juros como marginalmente positivo para o segmento de frotas, uma vez que os clientes tendem a ser menos sensíveis às variações de preços devido à natureza de longo prazo do contrato. Além disso, comprar ou financiar um carro novo torna-se mais caro, o que deveria naturalmente permitir à empresa cobrar preços mais elevados.

Por outro lado, a elasticidade-preço para clientes RAC tende a ser maior, especialmente no segmento de lazer, dada a natureza mais de curto prazo dos contratos.

No entanto, a empresa sinalizou que a penetração de RAC ainda é baixa no Brasil, o que poderia compensar parcialmente quaisquer impactos negativos do aumento das taxas de juros.

Perspectivas de crescimento para Localiza

Em relação ao seu novo serviço de assinatura de carro, Localiza Meoo, a empresa está esperando o fornecimento de veículos normalizar para acelerar seu ramp-up. Ainda assim, os resultados iniciais têm sido melhores do que o esperado, com uma carteira de pedidos sólida, níveis saudáveis ​​de ROIC e menores depreciações.

Pelos próximos 2-3 anos, a Localiza continua a ver taxas de crescimento na casa dos dois dígitos como as avenidas de crescimento em RAC permanecem amplas e Meoo deve trazer uma vantagem importante para o segmento GTF.

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.