BTG (BPAC11) reitera recomendação de compra para Santos Brasil (STBP3)

Matheus Gagliano
Jornalista formado em 2007. Possui mais de 15 anos de experiência em jornalismo econômico e corporativo. Passou por veículos especializados como Brasil Energia e Canal Energia e pelo Jornal do Commercio, do Rio de Janeiro. Além de passagens por veículos como Record TV do Rio, jornal O Dia e Diário Lance.
1

Crédito: Reprodução Página Oficial Santos Brasil

O banco BTG Pactual (BPAC11) reiterou a recomendação de compra para Santos Brasil (STBP3), com preço alvo estipulado em R$ 11. O cenário que levou a essa recomendação é o cenário de infraestrutura portuária do Brasil.

O banco discutiu o tema com representantes das principais empresas do setor como ANTAQ, Maersk, Wilson Sons, Santos Brasil e Autoridade Portuária de Santos.

“A atual crise logística global foi desencadeada pela forte performance do e-commerce após o início da pandemia de COVID-19, levando a demanda por bens a superar a oferta naval, o que levou a fretes marítimos recordes em todo o mundo”, informou relatório do banco.

BTG (BPAC11) vê desequilíbrio permanecer em 2022

Olhando para o futuro, os especialistas do setor esperam que desequilíbrio oferta e demanda persista este ano. Com isso, o fluxo deverá estar normalizado apenas em 2023. Quando a nova capacidade de contêineres será entregue em todo o mundo.

“O evento reforçou nossa visão construtiva sobre o setor portuário brasileiro. Levando-nos a reiterar nossas recomendações de compra em Santos Brasil e Wilsons Sons”, ressaltou o banco.

Resultado no 3TRI21

A Santos Brasil (STBP3) registrou um lucro líquido de R$ 66,6 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21). Um ano antes a companhia havia registrado um prejuízo de R$ 5,4 milhões. No acumulado para os nove meses de 2021, o lucro líquido foi R$ 158 milhões.