BTG (BPAC11): CSN (CSNA3) e CSN Mineração (CMIN3) têm fortes resultados no 1TRI21

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução / Facebook / CSN

Após o IPO da CSN Mineração (CMIN3), a CSN (CSNA3) levantou aproximadamente R$ 4,5 bilhões (primário + secundário) para acelerar seus planos de desalavancagem.

Conforme estimativas o BTG, a CSN deve encerrar 2021 com uma alavancagem de ~0,5 vez, um potente catalisador para o desempenho de ações.

Já a CSN Mineração é uma tese pura de minério de ferro, exposta aos sólidos fundamentos da indústria e pronta para embarcar em uma fase de crescimento agressivo. A empresa de mineração nasceu com dívida zero, então a administração está dando um guidance de pagamentos de dividendos agressivos (80-100% de payout).

BDRs. Alternativas para investir no exterior diretamente da bolsa brasileira

Dessa forma, o BTG espera um yield de aproximadamente 17% para 2021.

A CSN Mineração é negocia em cerca de 4x EV/EBITDA 21 (um prêmio para a Vale, mas um desconto de 15-20% para os australianos), enquanto a CSN também é negociada em aproximadamente 4x EV/EBITDA 21.

Assim, o BTG reitera recomendação de compra para ambas as companhias.

CSN (CSNA3)

Em relatório, assinado pelos analistas Leonardo Correa, Caio Greiner, Ricardo Cavalieri e Luiz Temporini, o BTG escreveu que a CSN (CSNA3) reportou um trimestre sólido, ficando ligeiramente acima das expectativas.

O EBITDA ficou em R$ 5,8 bilhões, crescimento de 336% na base anual, cerca de 5% acima do projetado pelo banco.

De acordo com o BTG, os drivers que ajudaram foram, principalmente: maiores preços realizados de aço e melhor geração de EBITDA em sua unidade de mineração (combinação de fatores).

A conversão de Ebitda em fluxo de caixa (FCFE) foi notável em 60%, e a empresa já está operando com um FCF yield anualizado de 20%.

“Com os ventos continuando a soprar com força (preços mais altos de minério de ferro/aço dados para o 2T + volumes melhorando), acreditamos que os resultados devem continuar surpreendendo positivamente”, afirmaram os analistas.

O preço-alvo para CSN (CSNA3) é de R$ 45,00.

Sobre a CSN Mineração (CMIN3)

A CSN Mineração (CMIN3) também reportou resultados sólidos, com forte desempenho de volumes, segundo o Research do BTG Pactual.

O Ebitda da CSN Mineração ficou em R$ 3,67 bilhões, 4% acima da projeção do BTG, um aumento de 300% na comparação anual.

O número acima das estimativas foi explicado, em grande parte, pelos preços realizados mais altos.

O preço-alvo para CSN Mineração (CMIN3) é de R$ 13,00