BTG (BPAC11): com aquisição, Mater Dei (MATD3) reforça posição em MG

Matheus Gagliano
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Hospital Mater Dei IPO

Relatório do banco BTG Pactual (BPAC11) aponta que a aquisição do Hospital Santa Genoveva (HSG) e do centro de tomografia vinculado ao ativo pela Mater Dei (MATD3) é positivo para a empresa de saúde. Além disso, o banco avalia que essa ação reforça a liderança da companhia em Minas Gerais.

O valor do negócio foi de R$ 309 milhões, valor que representa 5% do valor de mercado da Mater Dei.

Com receitas combinadas de R$ 160 milhões e 204 leitos, o negócio foi precificado em 2x as receitas e R$ 1,5 milhão por leito. Esse dado é inferior ao múltiplo de negociação da MATD3 (R$ 3 milhões / leito e 3,5x receita). Nenhuma informação adicional foi divulgada, mas o banco avalia que nessas métricas, o valuation foi bem abaixo dos negócios anteriores no setor.

BTG (BPAC11): segunda aquisição desde IPO

Este é a segunda aquisição da Mater Dei desde seu IPO. No início deste ano, a companhia também anunciou a aquisição da Porto Dias (PD) no estado do Pará, que foi recentemente consolidada pela empresa.

Somando R$ 800 milhões pagos em dinheiro relacionados à aquisição da PD e R$ 309 milhões relacionados ao Santa Genoveva, a companhia hospitalar está basicamente usando quase todo os recursos arrecadados – cerca de R$ 1,18 bilhão.

De acordo com o banco, a Mater Dei ainda tem poder de fogo no seu balanço para mais aquisições. Mas agora todos os olhos se voltam para a estratégia de integração da empresa para esses ativos.

Se bem integrado, a instituição bancária observa que o upside parece considerável. Porém, o preço-alvo estabelecido ainda não inclui o HSG, de R$ 23 por ação. A recomendação do banco é de compra.

Hospital Santa Genoveva

Fundado em 1975, o HSG é um hospital geral de alta complexidade. Está localizado em Uberlândia (MG), com mais de 50 especialidades. Possui uma equipe experiente e reconhecida equipe clínica.

Junto com uma gama de credenciamentos, possui credenciamento internacional da QMentum International. Embora existam áreas para expansão futura, a HSG já possui 204 leitos. Dos quais 156 estão operacionais. Por sua vez, o CDI é considerado um centro de diagnóstico de referência da região. Possui infraestrutura integrada (com o hospital) e moderna tecnologia.

Mercado na cidade de Uberlândia

No mercado da cidade de Uberlândia por operadora saúde, a Unimed Uberlândia é o player mais relevante. Tem 29% de participação. Este é seguido pela Notre Dame – GNDI3 (16,5%), Hapvida – HAPV3 (9,4%), Amil (7,7%), CNU (7,1%), Bradesco – BBDC4 (4,8%), Sulamerica – SULA11 (3,4%).