brMalls (BRML3) compra fatia e aumenta participação no Shopping Piracicaba (SP)

Marco Antônio Lopes
Editor. Jornalista desde 1992, trabalhou na revista Playboy, abril.com, revista Homem Vogue, Grandes Guerras, Universo Masculino, jornal Meia Hora (SP e RJ) e no portal R7 (editor em Internacional, Home, Entretenimento, Esportes e Hora 7). Colaborador nas revistas Superinteressante, Nova, Placar e Quatro Rodas. Autor do livro Bruce Lee Definitivo (editora Conrad)

Crédito: Divulgação

A brMaIIs (BRML3), maior empresa integrada de shoppings do país, comunicou nesta sexta (14) que adquiriu fatia  adicional de 38,4% da do Shopping Piracicaba. O centro de compras fica na cidade que fica a 164 km da capital. O valor da transação foi de R$ 202,3 milhões.

Com a compra da fração adicional, a participação da brMalls no empreendimento passa a ser de 75,3%.

Diz a nota da empresa, divulgada ao mercado: “A transação faz parte da estratégia de fortalecimento do  portfólio da companhia, que tem como objetivo o aumento da exposição em ativos core (shoppings de maior porte, em cidades grandes e onde possamos ter gestão ativa).”

Guia definitivo sobre Renda Variável  e os Melhores Investimentos para 2021

Maior da região

Inaugurado em 1987, o Shopping Piracicaba é o maior centro de compras, entretenimento e gastronomia da região que abrange 19 cidades, com população de 1,2 milhão de habitantes.

O Shopping Piracicaba tem mais de 43 mil m² de ABL (área bruta locável). São 255 lojas que incluem marcas como Starbucks, Richards, Tok&Stok, Fast Shop, Brooksfield, Tommy Hilfiger, Sunglass Hut e Lindt, entre outras.

O shopping dispõe ainda de sete salas de cinema, incluindo salas VIP e Max Screen, as únicas do gênero na região.

Restaurantes e academia

O local oferece opções variadas de restaurantes — entre os quais, Outback, Madero, Empório Santa Therezinha e Jangada — e conta com academia Smart Fit, agência bancária e a única sede da Polícia Federal para emissão de passaportes na região.

O centro de compras proporciona duas praças de alimentação e um parque infantil gratuito.

“Em 2020, para complementar ainda mais o mix, inauguraremos duas novas âncoras: uma unidade do supermercado Oba e a primeira Decathlon da região”, informa a nota da brMalls.

Estimativa sobre ganhos

A empresa fez uma estimativa sobre ganhos com a aquisição dessa fatia do empreendimento: “Estimamos que o shopping, na participação adquirida, gere R$ 18,7 milhões de receita operacional líquida em 2020, representando um cap rate nominal (taxa de capitalização) de entrada de 9,2%.”

A nota conclui: “A transação reforça o compromisso da companhia com a estratégia de fortalecimento do portfólio e alocação de capital de forma a gerar valor aos seus acionistas.”

Leia mais:

Lucro do BMG (BMGB4) soma R$ 163 mi no 4tri19; despesas avançam

Grendene (GRND3) distribuirá R$ 129,7 milhões em proventos