BrMalls (BRML3) apresenta resultado misto, diz BB Investimentos

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: BRMalls (BRML3)

Segundo relatório divulgado pelo BB investimentos, o desempenho da BrMalls para o terceiro trimestre de 2020 pode ser considerado misto.

Isso porque, em virtude dos impactos causados pela pandemia do Covid-19, as atividades da Companhia tiveram suas atividades limitadas.

Ao mesmo tempo, embora os resultados no terceiro trimestre esbocem uma recuperação, o financeiro foi negativamente impactado por provisões e pelo incremento de despesas financeiras.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!

O Ebitda da BrMalls atingiu R$ 99,4 milhões no terceiro trimestre de 2019. Apesar de refletir uma queda de 58,2% no ano, na comparação trimestral mostrou fortes sinais de recuperação, avançando 147,3% sobre o trimestre anterior.

Já a margem Ebitda, que havia caído 24,4 p.p. na comparação ano a ano, avançou 26,2 p.p em relação ao trimestre anterior.

Segundo o BB Investimentos, o cenário atual requer cautela, de modo que a instituição acredita em uma melhora gradual à medida que os estabelecimentos permaneçam abertos por mais tempo.

“Ainda, no 4T20, esperamos observar uma redução da inadimplência e incremento das vendas, impulsionadas pelo Dia das Crianças, Black Friday e Natal”, destacou o BB.

Assim, o BB Investimentos manteve a recomendação de compra com preço-alvo de R$ 13,80 ao final de 2021.

Receitas da BrMalls

A receita líquida caiu 36,9% na comparação ano a ano, atingindo R$ 207,8 milhões em 2020.

Já a receita de aluguel e a receita de estacionamento, ambas impactadas pelas restrições de funcionamento do comércio físico, caíram, respectivamente 30,8% a/a e 55,2% a/a.

Na mesmo direção seguiu as vendas mesmas lojas (SSS, na sigla em inglês) que retrairam 32,6% no trimestre.

As lojas âncoras e semi-âncoras foram as menos impactadas negativamente, sobretudo nos segmentos de informática, telefonia, artigos para o lar e eletrônicos e eletrodomésticos.

O BB Investimentos ressaltou que o processo de recuperação virá à medida que o horário de funcionamento dos shoppings for se flexibilizando, aumentando concomitantemente o fluxo de visitantes.

Prova disso, está no resultado trimestral das vendas totais, que embora tenham caído 34,1% a/a, apresentaram uma melhora de 278,0% t/t.

BrMalls tem queda de 97% no lucro do 3TRI20

A administradora de shoppings BrMalls (BRML3) lucrou R$ 7,810 milhões no terceiro trimestre, um desempenho 97% inferior ao reportado no mesmo intervalo do ano passado.

Em termos ajustados, o lucro atingiu R$ 37,500 milhões, retração de 79,9%.

Conforme a BrMalls, o lucro líquido ajustado foi impactado pelo aumento de R$ 27,8 milhões em PDD (provisões) e perdão de dívida.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 116,033 milhões, uma retração de 53,1%

Já a margem Ebitda atingiu 55,9%, retração de 19,3 pontos porcentuais (p.p.).

FFO Ajustado (lucro líquido excluindo depreciação, amortização e efeitos não caixa) somou R$ 45,948 milhões, retração de 76,1%, com margem de 22,1% (-36,3 p.p.).

Leia mais:

BrMalls (BRML3) tem queda de 97% no lucro do 3º trimestre

BTG: resultado da Marisa (AMAR3) veio fraco mas apresenta melhora

BTG: BRF (BRFS3) apresenta bom conjunto de resultados