BRF (BRFS3) compra empresa saudita de processamento de alimentos

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor

Crédito: Reprodução / YouTube/ BRF

A BRF (BRFS3) informou nesta sexta-feira (8) que sua subsidiária Badi Limited assinou ontem com a Hungry Bunny  o contrato de aquisição de ações de 100% do capital social da Joody Al Sharqiya Food Production Factory, uma companhia de processamento de alimentos sediada na Arábia Saudita.

A transação girou em torno de US$ 8 milhões.

BRF pretende expandir capacidade da fábrica saudita

A Joody Al Sharqiya preenche uma lacuna na capacidade de produção de carne processada na Arábia Saudita.

Dada a tendência de crescimento estável no setor de fast food, a empresa cumpre no país a exigência de disponibilidade de uma fábrica de ponta para oferecer produtos dentro da nação saudita.

“A empresa saudita possui uma unidade de processamento localizada em Dammam, Arábia Saudita, cujo portfólio de produtos inclui cortes empanados, marinados e hambúrgueres, entre outros”, explica a BRF.

A companhia brasileira pretende investir cerca de US$ 7,2 milhões na fábrica de Damman, com o objetivo de expandir sua capacidade atual de 3.600 toneladas ao ano para 18.000 toneladas ao ano.

Esse processo vai aumentar a presença da BRF no mercado daquele país, “em consonância com sua estratégia de estabelecimento de produção local e expansão do seu portfólio de produtos de maior valor agregado”.

Negócios distintos

“Essa aquisição não impacta o memorando de entendimentos assinado com a SAGIA – Saudi Arabian Investment Authority, cujo objetivo é garantir o investimento de aproximadamente US$ 120 milhões em uma planta de alimentos processados na Arábia Saudita, em atenção ao comunicado ao mercado datado de 29 de outubro de 2019. O desenvolvimento desse projeto está atualmente em sua fase de especificação técnica e modelagem financeira”, finaliza o comunicado da empresa brasileira.

Em 2019, a BRF assinou um memorando de entendimento com a agência de promoção de investimentos do reino saudita, para construir uma fábrica visando crescimento no mercado halal.

A nova instalação tem capacidade para produção de 50.000 toneladas de alimentos processados por ano.

LEIA MAIS
BRF (BRFS3) retoma atividades na unidade de Rio Verde

BRF (BRFS3) faz acordo de US$ 40 mi nos EUA; Randon (RAPT3) cancela projeções