BRF (BRFS3) reverte lucro e tem prejuízo de R$ 277 milhões

Renata de Souza
Colaborador do Torcedores
1

A BRF (BRFS3) registrou prejuízo líquido de R$ 277 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), revertendo lucro líquido de R$ 219 milhões em igual período de 2020.

De acordo com a empresa, o prejuízo apurado é principalmente decorrente do resultado financeiro, dada a atualização do valor justo da opção de venda relacionada à combinação de negócios da “put option” Banvit.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

BRF (BRFS3): principais números do balanço do 3TRI21

Lucro líquido

  • Lucro 3TRI21: (R$ 271 milhões)
  • Lucro 3TRI20: R$ 219 milhões

Ebitda

  • Ebitda 3TRI21: R$ 1,367 bilhão
  • Ebitda 3TRI20: R$ 1,317 bilhão

Receita líquida

  • Receita 3TRI21: R$ 12,390 bilhões
  • Receita 3TRI20: R$  9,943 bilhões

Ebitda e receita no 3TRI21

A BRF reportou Ebitda ajustado 3,9% maior no 3TRI21 no comparativo anual. O indicador saltou de R$ 1,317 bilhão para R$ 1,367 bilhão.

Já a margem Ebitda caiu de 13,2% para 11%.

A receita líquida da empresa teve alta de 24,6% no 3TRI21. Assim, o indicador passou de R$ 9,943 bilhões para R$ 12,390 bilhões.

A margem bruta atingiu 21,2% no trimestre, queda de 2,4 p.p. na comparação anual.

A dívida líquida da BRF encerrou o trimestre em R$ 16,682 bilhões, aumento de 14,6% em relação ao mesmo período de 2020.

A alavancagem financeira medida pela relação dívida líquida/Ebitda ficou em 3,06 vezes no final de setembro de 2021, alta de 0,16 p.p.