Brasil só perde para o Catar em distribuição desigual de renda segundo a ONU

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Divulgação / GGN

O Brasil é o segundo país em distribuição desigual de renda segundo relatório divulgado pela ONU (Organização das Nações Unidas), ficando à frente somente do Catar.

A ONU divulgou que os 1% pertencentes à faixa mais rica do País concentram 28,3% da renda total brasileira, enquanto no Catar a proporção é de 29%.

Ainda segundo o relatório, os 10% mais ricos do Brasil têm em suas mãos 41,9% da renda total do País, solidificando ainda mais a distribuição desigual da renda.

O terceiro colocado no quadro é o Chile, com 23,7% da riqueza concentrados em 1% da população, e a Colômbia também faz parte do top 20, com 20,5%.

Os dados foram originados com base em um período que abrange entre 2010 e 2017 e organizado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).

Os Estados Unidos ocupam a 10ª colocação na tabela, com 20,2%, mesmo percentual da Rússia (11ª) e da Tailândia (12ª).