Brasil: PMI composto e de serviços avançam em junho

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

Os Índices dos Gerentes de Compras (PMI na sigla em inglês) composto e do setor de serviços do Brasil, divulgados nesta sexta-feira (3) pelo instituto IHS Markit revelaram avanços em junho na comparação com maio.

O PMI composto, que reúne os resultados de indústria de serviços, teve leitura de 40,8 pontos em junho, com forte avanço ante os 28,1 de maio. O PMI de serviços ficou em 35,9, ante 27,6 do mês anterior anterior.

Divulgado dia 1, o PMI industrial também teve avanço: ficou em 51,6 em junho, bem acima dos 38,3 pontos de maio. Foi a primeira vez que o indicador apontou crescimento desde fevereiro.

Apesar dos números favoráveis, que sugerem retomada da atividade, as leituras inferiores a 50 pontos indicam retração da atividade econômica. Leituras acima indicam crescimento.

PMI

Reprodução/IHS Markit

PMI: atividade continua a cair

Segundo Paul Smith, diretor de economia do IHS Markit, a atividade continuou a cair acentuadamente, prejudicada pela queda considerável no volume de novos negócios. Em resposta à pesquisa, as empresas reportaram corte no número de empregos, em tentativa de controlar custos.

“Apesar de ter abrandado em relação a maio, a queda de atividade do setor de serviços é grave. E não tem precedentes. Os últimos dados sobre a atividade e novos negócios se mostraram novamente terríveis, com quedas rápidas sendo novamente registradas enquanto o país continua a lutar com a pandemia”, afirmou Smith.

As empresas, no entanto, vislumbram uma melhora nos próximos 12 meses, com grau de otimismo voltando ao terreno positivo. As previsões de uma retomada na atividade econômica, com a flexibilização das restrições, sustentaram o nível de otimismo. Contudo, o sentimento positivo permanece historicamente baixo. Algumas empresas indicam preocupações com um atraso na recuperação devido aos atuais desafios para controlar a pandemia.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil