Brasil ocupa 3º posição no ranking de downloads de apps financeiros

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Economia de tempo e rapidez nas transações são o que os aplicativos financeiros proporcionam para os usuários.

São vários os apps de finanças. Alguns para controles de gastos e investimentos, outros fornecidos pelo próprio banco ou corretora para fazer transações e consultas.

Fáceis de manusear, acompanhar e gerir finanças, os aplicativos têm sido um grande aliado para os brasileiros.
Segundo estudo do AppsFlyer, o Brasil é o terceiro país que mais faz downloads de aplicativos de finanças no mundo, ficando atrás apenas de Índia (1º) e Indonésia (2º).

Conquiste sua Independência Financeira. Conheça os 4 Pilares para Investir

Pesquisa aponta que entre 2017 e 2019, o Brasil instalou 4,5 vezes apps financeiros. De acordo com Estadão “hoje esses aplicativos representam 8,5% de todas as instalações no Brasil, mais que o dobro da taxa global”.

Em todo o globo, houve um aumento de 80% em 2019, dobrou em relação a 2018. Os dados ainda apontam que em 100 apps baixados 5 representam o setor de finanças.

Conforme dados do Estadão no Brasil “70% dos aplicativos financeiros são bancos tradicionais e digitais, 15% são aplicativos de investimentos e outros 15% são serviços financeiros”.

Pandemia pode acelerar o número de usuários

Esses números podem crescer ainda mais, diante do cenário econômico mundial. A crise pegou todos de surpresa, e muitas pessoas não estavam preparadas financeiramente para suportar o ocorrido. Essa situação pode levar os indivíduos a repensarem sobre suas finanças, e com isso utilizarão os benefícios dos aplicativos financeiros, para fazer projeções de gastos e investimentos.

Outro ponto, são os apps bancários. Ainda existe muitos clientes que sentem mais segurança em ter um atendimento presencial do que o digital. Mas com o isolamento social, as pessoas têm experimentado os canais digitais, principalmente em aplicativos. Efetuar pagamentos, fazer transferências, acompanhar o extrato e até mesmo fazer investimentos é tarefa fácil se você tem o aplicativo do seu banco.

Neste momento, onde todos estão vivendo uma crise, planejar e criar estratégias devem ser prioridades na vida de qualquer indivíduo. E esses aplicativos de finanças estão aí para facilitar e ajudar nesse processo de crescimento e ajuste financeiro.

LEIA MAIS

Caixa recebe 32 milhões de solicitações de auxílio emergencial

Quais os melhores investimentos na crise?