BR Distribuidora (BRDT3) tem queda de 37,7% no lucro no 2TRI20

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Divulgação / BR Distribuidora

A BR Distribuidora (BRDT3) registrou um lucro líquido de R$ 188 milhões no segundo trimestre de 2020, nesta terça-feira (11).

Isso representa uma elevação de 37,7% na comparação com igual período do ano passado.

O volume de vendas recuou 21,7%, atingindo 7,827 milhões m³.

Abra agora sua conta na EQI Investimentos e tenha acesso a opções de investimentos de acordo com seu perfil. Invista em suas Escolhas

De acordo com a empresa, a queda foi impulsionada pelas reduções das vendas no ciclo otto ( -26,1%), diesel (-13,6%), produtos de aviação (-82,3%) e coque (-11,9%).

O resultado financeiro foi positivo em R$ 77 milhões, uma redução de 59%.

As despesas operacionais somaram R$ 735 milhões no trimestre, uma redução de 27,4%.

Ebtida sobe 61,3%

O lucro antes de juro, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 816 milhões, um aumento de 61,3%.

A margem Ebtida atingiu 5,5%, alta de 3,4 pontos percentuais.

A BR Distribuidora atribui o desempenho ao desvalorização dos estoques ocorrida no segundo trimestre de 2020, compensado parcialmente pela redução das despesas operacionais, principalmente em razão do Plano de Transformação Organizacional e efeito positivo de R$ 376 milhões de recuperação de créditos de PIS/COFINS.

Receita

A receita líquida atingiu R$ 14,882 bilhões no período, uma diminuição de 38,1% em relação ao mesmo período de 2019.

Conforme a BR Distribuidora, o desempenho foi afetado principalmente pela queda no volume dos produtos vendidos e redução do preço médio de realização.

O lucro bruto caiu 53,8%, totalizando R$ 596 milhões.

Segundo a empresa, a redução foi em razão de fortes perdas com desvalorização dos estoques e menores volumes vendidos, efeitos parcialmente compensados por savings de importação e pelas maiores margens médias de comercialização praticadas.

A margem bruta ficou em 4%, baixa de 1,4 ponto percentual.

Investimentos

A BR Distribuidora investiu R$ 224 milhões no segundo trimestre de 2020.

Os aportes foram destinados principalmente para formação de ativos imobilizados e intangíveis e não incluem as bonificações antecipadas a clientes.

Dívida da BR Distribuidora

A dívida líquida encerrou o segundo trimestre em R$ 3,282 bilhões, um aumento de 18,1%.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / Ebtida ajustado, ficou em 1 vez no final do trimestre, contra 1,6 vez no mesmo período do ano passado.