BR Distribuidora (BRDT3) e Lojas Renner (LREN3) entram na carteira da Terra

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: BR Divulgação

A Terra Investimentos anunciou nesta sexta-feira (24) a carteira de recomendações para a semana que se encerra em 31 de julho. Nela, há duas alterações: entram BR Distribuidora (BRTD3) e Lojas Renner (LREN3) para as saídas de Suzano (SUZB3) e Cemig (CMIG4).

Os outros três ativos seguem os mesmos: Banco do Brasil (BBAS3), Iguatemi (IGTA3) e JBS (JBSS3).

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

Nos cinco pregões entre os dias 17 e 23 de julho, o Ibovespa marcou alta de 1,73%, enquanto a carteira da Terra ficou com mais 1,48%.

Foi uma boa recuperação.

Nos cinco dias anteriores a estes, o Ibovespa teve alta de 2,68%, enquanto a carteira Top5 da Terra ficou praticamente estável, com -0,04%.

Nos últimos 12 meses, as recomendações da Terra valorizaram 41,74%, enquanto o índice de referência ficou negativo em 1,75%.

Performance dos ativos da Terra

A Suzano (SUZB3), um dos papéis retirados da carteira, conseguiu alta de 5,19% no período analisado.

A Cemig (CMIG4), que também saiu, teve uma performance ainda melhor, ganhando 7,91% entre 17 e 23 de julho.

Dos que entraram, a BR Distribuidora (BRDT3) conseguiu alta de 3,67%, valendo R$ 23,16; e a Lojas Renner (LREN3) recuou 1,13%, valendo R$ 41,07 antes do pregão desta sexta-feira (24).

Banco do Brasil (BBAS3) fechou os cinco dias praticamente estável, com queda de 0,15%, cotado a R$ 34,35%.

O Iguatemi (IGTA3) perdeu ainda mais, com menos 3,17%, chegando a valer R$ 34,24.

Por outro lado, a JBS (JBSS3) conseguiu valorização de 4,39%, indo a R$ 22,36.

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.