Boris Johnson aprova linha ferroviária de alta velocidade bilionária

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Flickr

O premiê britânico, Boris Johnson, aprovou ontem (11) o projeto de linha ferroviária de alta velocidade HS2, mesmo com o custo elevado e o impacto ambiental.

“O governo deu sinal verde à linha ferroviária de alta velocidade”, disse Johnson na Câmara dos Comuns, assegurando que planeja adotar mudanças para controlar a gestão e os desembolsos com o projeto, que deve ultrapassar a cifra de 100 bilhões de libras. Anteriormente, previsto em 56 bilhões de libras. Com informações da ANSA.

Segundo o primeiro-ministro, será nomeado um ministro para acompanhar diretamente o projeto. A primeira fase da linha ferroviária ligará Londres a Birminghan, no centro do país, e a segunda fase conectará Birminghan a Manchester e Leeds, disse Boris Johnson.

A previsão é de que a primeira parte fique pronta em 2031 e a segunda seja entregue em 2040.

Boris Johnson comunicou paralelamente, um plano verde no transporte público, com investimentos imediatos de cerca de 5 bilhões de libras para à compra de 4 mil ônibus de emissão zero em toda a Inglaterra e à construção de ciclovias.