Bombril (BOBR4) reverte prejuízo em lucro de R$ 26,6 mi no 1TRI20

Felipe Moreira
Editor na EuQueroInvestir, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional.
1

Crédito: Divulgação

A Bombril (BOBR4) reportou seus resultados do primeiro trimestre de 2020, nesta sexta-feira (12).

O lucro líquido totalizou R$ 26,6 milhões, revertendo o prejuízo de R$ 5,5 milhões no mesmo período do ano passado.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

O volume dos produtos vendidos alcançou 118,5 mil toneladas, um aumento de 5,6%, frente ao mesmo período de 2019. Isso aconteceu mesmo com a retração de 0,3% do PIB na comparação com igual período de 2019.

As despesas operacionais somaram R$ 56,7 milhões, uma redução de 28,7%.

De acordo com a Bombril, as despesas foram impactadas positivamente por efeito não recorrente referente ao reconhecimento de créditos fiscais de R$ 20,5 milhões.

O resultado financeiro foi positivo em R$ 12,7 milhões, uma diminuição de 45,7%.

Ebtida dispara 134%

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) somou R$ 55,0 milhões, um crescimento de 134,0%, contra a marca de R$ 23,5 milhões em igual período de 2019.

Já o Ebtida Pro-forma do período atingiu R$ 34,5 milhões, um crescimento de 46,7% em relação ao mesmo período de 2019, que não apresentou ajustes não recorrentes e atingiu R$ 23,5 milhões.

Enquanto a margem Ebtida pró-forma ficou em 12,9%, alta de 3,4 pontos percentuais.

Receita da Bombril cresce 8%

A receita líquida totalizou R$ 267,5 milhões no trimestre, uma melhora de R$ 19,9 milhões, equivalente a um aumento de 8,0%.

De acordo com a Bombril, essa melhora foi devida ao aumento do volume de vendas, do reposicionamento de preços, das inovações, da melhoria na execução logística e das atividades comercial e marketing.

O lucro resultado bruto subiu 9,6%, totalizando R$ 106,6 milhões.

Enquanto a margem bruta atingiu 39,9%, melhora de 0,6 p.p. ante o mesmo período do ano anterior.

Dívida da Bombril

A dívida líquida da Bombril encerrou março em R$ 252,6 milhões.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / Ebtida, ficou em 4,6 vezes.

Enquanto alavancagem medida pela dívida líquida / patrimônio líquido, ficou em 98%, baixa de 7 p.p.