Bolsonaro perde seguidores nas redes sociais

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

De acordo com a consultoria Bites, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) perdeu 48.473 seguidores em suas redes sociais. Exatamente no dia em que o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro se desligou do governo.

A Bites acompanha as redes de Bolsonaro desde setembro de 2017. E afirma que, nunca, em nenhum outro dia, o presidente perdeu tantos seguidores quanto na última sexta (24), quando Moro anunciou sua saída.

Mais popular do que o próprio presidente, o agora ex-Ministro anunciou sua demissão em um pronunciamento à imprensa. E fez graves acusações ao presidente.

Entre elas, a de que Bolsonaro pretendia trocar o comando e a superintendência da Polícia Federal para poder interferir politicamente na instituição.

Bolsonaro, por sua vez, acusou Moro de tê-lo traído e de “se preocupar com o próprio ego”.

Leia também: 67% acham que saída de Moro tem impacto negativo
E mais: Saída de Moro gera quebra de credibilidade do governo