Bolsonaro participa de cerimônia do Dia da Independência no Alvorada

Marcello Sigwalt
null
1

Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil - Bolsonaro participa de comemoração do 7 de Setembro

Sem direito ao tradicional desfile na Esplanada dos Ministérios, devido à pandemia, o presidente Jair Bolsonaro comemorou o 198º feriado da Independência em solenidade simples no gramado do Palácio do Alvorada, na manhã desta segunda-feira (7).

Ao chegar ao evento, acompanhado por algumas crianças no Rolls Royce presidencial, o mandatário aproveitou a oportunidade para cumprimentar alguns apoiadores.

Autorização da Secom

No total, a programação governamental autorizou a presença de 800 pessoas, aproximadamente, divulgou o site G1, ao citar a Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom).

Faça você mesmo o rebalanceamento de sua carteira de investimentos

A comemoração contou, ainda, com as presenças dos presidentes do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre (DEM-AP) e do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, além dos ministros Paulo Guedes (Economia), Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Fábio Faria (Comunicações), além de chefes das Forças Armadas.

Perfilados, eles acompanharam o hasteamento da Bandeira, ouviram os hinos Nacional da Independência, além de assistirem à apresentação rápida da Esquadrilha da Fumaça – a única remanescente do desfile – com duração de dez minutos.

Mesmo portando máscara, Michelle acabou provocando aglomeração, ao se aproximar da grade de proteção para tirar fotos.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

O mesmo ocorreu com Bolsonaro, que tirou selfies com apoiadores, sem máscara, da mesma forma que chegou ao evento.

Os apoiadores, por sua vez, seguravam – alguns, também, sem máscaras – o pavilhão nacional, além de bandeiras de Israel e dos Estados Unidos.

Maia ausente

Também convidado, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), foi a grande ausência do evento. Ele alegou ter outro compromisso na agenda, no Rio de Janeiro, para não comparecer.

Monitore completamente sua Carteira

Recentemente, Maia anunciou o “rompimento de diálogo” com Guedes, por conta de desentendimentos na condução das reformas no Legislativo.