Bolsonaro nomeia Fausto Ribeiro como CEO do Banco do Brasil (BBAS3)

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Divulgação

O Banco do Brasil (BBAS3) informou, nesta quinta-feira (1), que o presidente Jair Bolsonaro, nomeou Fausto de Andrade Ribeiro para ocupar o cargo de presidente da instituição.

Ribeiro, diretor-presidente da BB Administradora de Consórcios, foi indicado e confirmado pelo Ministério da Economia.

No último dia 18, o presidente da instituição, André Brandão, pediu demissão.

Brandão deixou o cargo em meio à crescente pressão política do presidente Bolsonaro sobre as estatais brasileiras. No mês passado, o chefe do Executivo trocou o presidente da Petrobras (PETR4).

Desde o início de janeiro, já havia rumores de que André Brandão poderia deixar o cargo. Mas, na época, a informação foi desmentida pelo banco.

A saída de André gerou incertezas sobre o avanço do plano de desinvestimentos do Banco do Brasil e o resgate do foco no crédito agrícola na instituição financeira.

A instituição financeira também informou que Luíz Serafim Spinola Santos retirou sua candidatura para o cargo de Conselheiro de Administração do banco, bem como a renúncia de Hélio Lima Magalhães e José Guimarães Monforte ao cargo de membros do Conselho de Administração. Magalhães era presidente do Conselho. E Monforte, conselheiro independente.

As renúncias têm efeito a partir de 2 de abril.

Oi (OIBR3) anuncia novo aditamento à solicitação de consentimento de notes 2025

A Oi (OIBR3), em recuperação judicial, informou nesta terça-feira (23) novo aditamento de sua solicitação de consentimento dos titulares de 10%/12% das Senior PIK Toggle Notes, com vencimento em 2025 emitidas pela companhia.

O objetivo é a adoção de determinadas propostas de aditamentos à escritura que regula os termos e condições das notes, datada de 27 de julho de 2018.

Conforme a Oi, as modificações melhoraram os termos da solicitação de Consentimento, resultado de comentários recebidos e de discussões e negociações com determinados detentores das Notes.

De acordo com a nota, ficaram alteradas a data de vencimento, o prazo limite de revogação e a data de registro às 17h00, horário da Cidade de Nova York, do dia 09 de abril de 2021.