Futuros norte-americanos operam mistos e Europa sobe nesta manhã

Osni Alves
Jornalista desde 2007. Passou por redações e empresas de comunicação em SC, RJ e MG. E-mail: oalvesj@gmail.com.
1

Crédito: Índice de ações de Hong Kong promove mudanças e beneficia conglomerados de tecnologia

Os mercados futuros norte-americanos operam mistos na manhã desta sexta-feira (22), com os principais índices sem tendência definida. Isso porque às 6h o Dow Jones subia 0,06%, mas o S&P 500 caía 0,04%, com a Nasdaq recuando 0,31%.

Do outro lado do Atlântico, porém, o verde acentuava a cor dos gráficos, com o DAX, da Alemanha, subindo 0,61%, seguido do FTSE 100, de Londres, com leve alta de 0,04%, acompanhado do CAC 40, da França, avançando 1,07%. De igual modo, o FTSE MIB subia 0,48%, e o Stoxx600 também em alta de 0,55%.

Ao descer o mapa e chegar na Ásia, pode-se observar, às 6h16, que o terreno também estava misto e sem tendência, com o Shanghai, de Xangai, caindo 0,34%, e o Kospi, da Coréia do Sul, recuando 0,04%. Já o Nikkei, do Japão, subia 0,34%, e o HSI, de Hong Kong, avançava 0,42%. Na Oceania, o ASX 200, da Austrália, estava zerado.

bovespa-bolsa-mercado

O que tá rolando?

O mercado europeu sobe, com moderação, à medida que os temores em relação à China vão se esvaindo. Na quinta (21), uma transação frustrada da Evergrande colocou os investidores em suspenso. A gigante chinesa tentou vender um de seus braços imobiliários, mas não conseguiu.

Em se tratando das companhias europeias, o dia, ontem, foi bastante produtivo, com Renault, Banco Sabadell e o InterContinental reportando altas. Foi o caso, também, da L’Oreal, cujas ações saltaram 6,2% no meio da manhã para liderar o Stoxx 600, após soltar o balanço.

Uma notícia da CNBC mostra um acontecimento no mínimo inusitado, mas que pode mexer com os mercados. Isso porque grandes investidores de tecnologia dos EUA estão se mudando para a Europa em números cada vez maiores.

A razão, segundo o portal, é que várias empresas europeias de tecnologia viram suas avaliações dispararem durante a pandemia do coronavírus. A plataforma de eventos online Hopin viu sua avaliação disparar para US $ 7,75 bilhões em dois anos de sua incorporação, enquanto a empresa compre-agora-pague-depois Klarna foi avaliada em US $ 46 bilhões.

Por conta disso, conforme a reportagem, firmas de capital de risco dos EUA estão enviando equipes para a Europa e contratando pessoas que já trabalham na região enquanto procuram o próximo Spotify ou a próxima ASML, uma empresa holandesa de semicondutores cujo valor de mercado cresceu para US $ 331 bilhões em meio à crise global de chips.

Brasil

A discussão acerca do teto dos gastos, prestes a ser furado para contemplar um programa social, fez empresas perderam mais de R$ 248 bilhões em valor de mercado. Tratam-se de companhias listadas na bolsa brasileira e, segundo a Folha de São Paulo, com dados da Economatica, dia 18 as ações valiam R$ 4,984 trilhões. Ao final do pregão do dia 21, o valor caiu para R$ 4,700 trilhões. E o ruído político provoca ainda mais aflição entre investidores.

Conforme o periódico, a Petrobras perdeu R$ 24,15 bilhões no período, liderando a lista dos prejuízos, seguida pelas empresas Vale (-R$23,9 bi), Magazine Luiza (-R$ 12,3 bi), Rede D’Or (-R$ 8,1 bi) e Ambev (-R$ 7,55 bi).

Mercados de Nova York

  • Dow Jones: +0,06%
  • S&P: -0,04%
  • Nasdaq: -0,31%

Mercados Europa

  • DAX, Alemanha: +0,61%
  • FTSE, Reino Unido: +0,04%
  • CAC, França: +1,67%
  • FTSE MIB, Itália: +0,48%
  • Stoxx 600: +0,55%

Mercados Ásia

  • Nikkei, Japão: +0,34%
  • Xangai, China: -0,34%
  • HSI, Hong Kong: +0,422
  • ASX 200, Austrália: 0,00%
  • Kospi, Coreia: -0,04%

Petróleo

  • Brent (dezembro 2021): US$ 84,86 (+0,30%)
  • WTI (novembro 2021): US$ 84,89 (0,47%)

Ouro

  • Ouro futuro (dezembro 2021): US$ 1.792,60 (+0,59%)

Minério de ferro

  • Bolsa de Dalian: 203,530 (-1,50)