Bolsas mundiais têm novo dia de ganhos com otimismo dos investidores

Guilherme Paulo
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: NikolayFrolochkin por Pixabay

O humor do mercado melhorou depois que China e EUA deram sinais de que devem remover simultaneamente as tarifas adicionais para alcançar fase 1 do acordo entre os países.

Mercado Europeu

As bolsas europeias encerraram em alta com o otimismo da negociação EUA-China. Os destaques vão para o Euro Stoxx 600, que fechou no maior nível desde 20 de julho de 2015, e o índice de referência da Bolsa de Frankfurt, o Dax, que avançou ao nível mais alto desde fevereiro de 2018.

Hoje foram divulgadas informações importantes sobre as economias dos países da zona do euro. A UE cortou suas previsões de crescimento e inflação para a zona do euro para 2019 e 2020, além de pedir mais estímulos fiscais aos países que têm espaço para fazer.

Na Alemanha, foram divulgados os dados sobre a produção industrial de setembro, que teve queda diante do mês de agosto e na comparação anual, reforçando a tendência de retração na atividade da Europa.

Já no Reino Unido, o Banco da Inglaterra manteve inalterada sua taca de juros de referência em 0,75% ao ano, conforme já era esperado. Mas ouve uma novidade, dois votos dissidentes para um corte de 0,25 ponto percentual, sendo a primeira vez que isso ocorre desde 2016, evidenciando o aumento da preocupação em torno dos efeitos do Brexit.

Alemanha | DAX [+0,83%]

Londres | FTSE 100 [+0,13%]

França | CAC 40 [+0,41%]

Zona do euro | Euro Stoxx 50 [+0,49%]

Itália | FTSE MIB [+0,56%]

EUR/USD [-0,14%] | € 1,1050

GPB/USD [-0,27%] | € 1,2814

Bolsas Norte-americanas

Os mercados iniciaram com uma excelente notícia hoje. Segundo o Ministério de Comércio da China, os EUA havia chegado a um acordo com a China para remover gradualmente as tarifas aplicadas durante a guerra comercial. Mais tarde, a informação foi corroborada também pelos norte-americanas, contribuindo em definitivo para espalhar o bom humor nos investidores.

Os índices americanos superaram os recordes intradiários, mas durante a tarde as altas consistentes foram impactadas com uma notícia contraditória. Segundo a Reuters, a retirada de sobretaxas às exportações chinesas ainda não estava decidida, e enfrentava resistência na Casa Branca.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Ainda assim, as bolsas encerraram com ganhos, com o S&P 500 e o Dow Jones atingiram novos recordes.

Dow Jones 30 [+0,66%] | 27.674 pontos

S&P 500 [+0,27%] | 3.085 pontos

Nasdaq [+0,28%] | 8.434 pontos

VIX [+0,87%] | 12,73 pontos

Commodities

O petróleo foi beneficiado hoje, com a notícia de uma nova trégua nas negociações comerciais entre EUA e China, reavivando a expectativa de que a economia mundial pode ganhar fôlego e retomar a demanda pela commodity. Por outro lado, o ouro perdeu terreno, com a busca dos investidores por ativos de risco em dia otimista.

A referência britânica do petróleo, o Brent para janeiro, fechou em alta de 0,88% a US$ 62,29 o barril. A referência norte-americana, o WTI para dezembro, encerrou também com ganho, de 1,39% a US$ 57,15 por barril.

O ouro encerrou em baixa consistente, com queda de 1,78% a US$ 1.466,40 a onça-troy.

A bolsa brasileira

O Ibovespa encerrou pela primeira vez na histórica acima da marca dos 109 mil pontos. Este resultado indica também a presença de investidores internacionais puxando os preços das ações.

O Ibovespa encerrou em alta, com ganho de 1,13% com 109.580 pontos, tendo mínima de 108.360 pontos (0,00%) e máxima de 109.671 pontos (1,20%). O volume financeiro desta sessão somou R$ 20,26 bilhões.

O dólar futuro, que chegou a operar em queda, encerrou em alta. A falta de interesse no leilão da cessão onerosa novamente, foi contra a expectativa de que ocorreria um grande fluxo de dólar ao Brasil. Por fim, a moeda americana encerrou cotada a R$ 4,103, com ganho de 0,48%, tendo mínima de R$ 4,048 (-0,88%), e máxima de R$ 4,109 (+0,61%).

Veja mais índices da bolsa

  • Ações que lideraram as altas dentro do índice Ibovespa:
    Natura (NATU3) R$ 34,10 | [8,25%]
    Usiminas (USIM5) R$ 8,30 | [7,93%]
    Klabin (KLBN11) R$ 17,68 | [6,09%]
    Braskem (BRKM5) R$ 30,72 | [5,93%]
    Ecorodovias (ECOR3) R$ 14,88 | [5,68%]
  • Ações que lideraram as baixas dentro do índice Ibovespa:
    IRB Brasil (IRBR3) R$ 36,35 | [-4,37%]
    Magazine Luiza (MGLU3) R$ 44,20 | [-2,21%]
    B2W Digital (BTOW3) R$ 53,10 | [-2,14%]
    Yduqs (YDUQ3) R$ 38,86 | [-1,55%]
    Smiles (SMLS3) R$ 35,72 | [-1,49%]

 

LEIA MAIS:

Fundo de ações: Descubra tudo o que você precisa saber

 

 

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.