Bolsa: Lojas Americanas (LAME4) tem a maior alta do Ibovespa e Petrobras (PETR4), a baixa

Karin Barros
Jornalista com atuação nos dois principais jornais impressos da Grande Florianópolis por quase 10 anos. Costumo dizer que sou viciada em informação, por isso me encantei com a economia, que une tudo de alguma forma sempre. Atualmente também vivo intensamente o mundo da assessoria de imprensa e do PR.
1

Crédito: Divulgação

A maior alta do pregão desta segunda-feira (22) foi das Lojas Americanas (LAME4), com 19,88% para R$ 28,95.

A subida veio após a empresa e a B2W (BTOW3) terem anunciado no fim de semana, em Fato Relevante, que vão criar comitês especiais independentes para avaliarem uma combinação de suas operações.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

A maior queda do dia e seus motivos

Já a maior baixa foi a Petrobras (PETR4), em primeiro, com queda de 21,51% para R$ 21,45, em segundo ficou a PETR3 com -20,48 para R$ 21,55.

O abismo mostrou-se quase sem fundo, após o presidente Jair Bolsonaro ter dito hoje: “eu não peço, eu exijo transparência de quem é subordinado meu, a Petrobras não é diferente”.

E continuou: “petróleo é nosso ou de um pequeno grupo no Brasil?”.

Ele criticou o até agora presidente da Petrobras, Castello Branco – insinuando que ele não trabalha, pois comanda a estatal remotamente – e seu alto salário.

Como complemento, afirmou que não consegue entender um reajuste de 15% no preço do diesel em duas semanas.

“Não foi essa a variação do dólar aqui dentro e nem do preço do barril lá fora”.

Autonomia de Paulo Guedes

Esta crise foi parar na imprensa internacional e o mercado questiona a autonomia do ministro Paulo Guedes e sua agenda liberal, que parece estar indo para o buraco.

Espera-se, agora, o que acontecerá com o presidente do Banco do Brasil, André Brandão, por seu programa de enxugamento na instituição.

E também no setor de energia, onde Bolsonaro disse que vai “meter o dedo”.

Para alguns analistas, Guedes estaria também na linha de tiro.

Resultado: o Ibovespa fechou em queda de 4,87%, aos 112.667,70 pontos, com forte volume financeiro de R$ 84,3 bilhões, por causa da venda de ações-chave e o vencimento de opções.

Banco atingidos

O Banco do Brasil ON (BBAS3) puxou a fila, com perda de 11,65%, reagindo aos rumores de que seu presidente também será demitido – terceira maior queda do índice teórico.

Este escorregão arrastou outros papéis do setor, que temem pelo abandono da agenda liberal do governo.

Bradesco ON (BBDC3) e BBDC4 fecharam em queda de 5,70% e 6,56%, respectivamente.

A unit do Pactual (BPAC11) perdeu 2,81%, Itaú Unibanco PN (ITUB4) -7,28% e Santander Unit (SANB11) -4,01%.

Em siderurgia/mineração, Vale ON (VALE3) até tentou resistir, com a alta do preço do minério de ferro, mas fechou em queda de 2,48%, a R$ 95,35.

Já Usiminas PNA (USIM5) subiu 0,13%, Gerdau PN (GGBR4) -0,48%, Gerdau Metalúrgica PN (GOAU4) -0,71% e CSN ON (#CSNA3) ganhou 1,47%, cotada a R$ 35,78, também porque o Credit Suisse elevou preço-alvo da companhia de R$ 51,10 para R$ 53 e reiterou avaliação outperform. Também houve expectativa por seu balanço de terça.

Small Caps

O Índice de Energia Elétrica (IEEX) da bolsa recuou hoje 3,48%.

O SMLL teve desempenho menos pior, caindo 2,61%, aos 2.763,49 pontos, passando para o terreno negativo no mês: -1,74%. No SMLL, as elétricas são muitas e hoje todas desvalorizaram: Copel (CPLE6), -4,93%; Alupar (ALUP11), -1,40%; Cesp (CESP6), -5,57%; Eneva (ENEV3), -1,74%; Light (LIGT3), -5,34%; Ômega (OMGE3), -2,73%; AES (TIET11), -2,22%.

Os bancos médios caíram em bloco. Inter chegou a virar o sinal para positivo, mas fechou em -0,29% (BIDI11) e PNs (BIDI4), -0,40%; BMG (BMGB4), -1,87%; ABC (ABCB4), -3,54%; . Banrisul (BRSR3), -5,38%; Pan (BPAN4), -6,91%.

Com a desvalorização de 12,13% este mês e de 49,93% em um ano, Wiz (WIZS3) encontrou espaço para subir firme, em +6,48%.

Petroleira Enauta (ENAT3)  chegou a bater nos R$ 13,26 durante a sessão, antes de fechar em alta de 2,82%, a R$ 13,12, aproveitando a alta da commodity e a notícia de retomada da produção no Campo de Atlanta, suspensa desde 27/1.

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.