Bolsa: Usiminas (USIM5) tem maior alta e Cogna Educação (COGN3), a baixa

Karin Barros
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução Facebook/Usiminas

A Usiminas (USIM5) foi o destaque do pregão do Ibovespa nesta quarta-feira (9) com alta de 6,36% para R$ 11,21.

Já a Cogna Educação (COGN3) teve uma queda de 4,07%, para R$ 5,90.

A Cogna liderou as quedas seguida de outras empresas do ramo de educação.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

Aumente seus ganhos. Consulte nossa Planilha de Monitoramento de Carteira

O pessimismo prevaleceu depois que a empresa farmacêutica anglo-sueca AstraZeneca suspendeu na terça-feira a fase três de testes de sua possível vacina contra o Covid-19.

“A notícia pesa em alguns setores, mas o de educação é mais sensível, pois sem vacina não tem aula presencial”, destacou o especialista em ações da Levante Investimentos, Eduardo Guimarães.

Alta no índice

Após quedas firmes na sessão anterior, as empresas ligadas a commodities tiveram ganhos nesta quarta, com destaque para avanços superior a 3% no setor da siderurgia.

Além da melhora no exterior, analistas consultados afirmaram não haver nada de concreto.

Há uma especulação em torno da alta no preço do aço como motivo da alta da Usiminas.

Expectativa de alta

Os setores de siderurgia e mineração levantaram o Ibovespa, aproveitando a boa onda internacional.

Entre as maiores valorizações do índice paulista, destacaram-se CSN ON (CSNA3), ganho de 4,98%,  e Gerdau Metalúrgica PN (GOAU4), alta de 4,93%. Vale ON (VALE3) ganhou 1,23% e Gerdau PN (GGBR4) +4,27%. Petrobras foi beneficiada pelo salto dos preços do petróleo.

Empresas referência

O papel ON (PETR3) subiu 2,22% e o PN (PETR4) +2,11%.

A investida do Ministério da Justiça contra os supermercados prejudicou Pão de Açúcar PN (#PCAR3), que fechou em queda de 0,54%, mas Carrefour ON (CRFB3) subiu 0,48%.

Correndo por fora, Natura ON (NTCO3) subiu 4,15%, Cemig PN (CMIG4) +4,338%, Ultrapar ON (UGPA) +1,67% e Localiza ON (RENT3) +2,12% se valorizaram, após a XP ter dito que estas companhias estão entre as 10 empresas brasileiras consideradas referência em termos de sustentabilidade ambiental, social e em governança, o chamado ESG.

Bolsa: ações

Das 77 ações negociadas na bolsa, 52 subiram, uma ficou estável e 24 desceram em relação ao dia anterior.

As ações das siderúrgicas lideram as altas, com o aumento no preço do aço.

A Usiminas (USIM5) ganhou 6,36%; seguida por CSN (CSNA3), mais 3,33%; Metalúrgica Gerdau (GOAU4), com alta de 4,93%; e Gerdau (GGBR4), com mais 4,27%.

A Vale (VALE3), papel com maior peso na bolsa, também foi beneficiado, com alta de 1,23%.

A Cogna (COGN3) havia se recuperado de doze dias terríveis e ganhado em dois dias 5,95%. Mas hoje foi dia de acertar preços e o papel caiu 4,07%.

A mesma lógica levou a Yduqs (YDUQ3) a perder 2,64% hoje, após dois dias de boas altas, com um total de 4,29%.

Mais negociadas

  • Via Varejo (VVAR3): R$ 18,51 (+1,98%)
  • Magazine Luiza (MGLU3): R$ 91,20 (+4,00%)
  • Vale (VALE3): R$ 60,00 (+1,23%)
  • Petrobras (PETR4): R$ 22,73 (+2,11%)
  • Oi (OIBR3): R$ 1,80 (-3,23%)

Maiores altas

  • Usiminas (USIM5): R$ 11,21 (+6,36%)
  • CSN (CSNA3): R$ 15,81 (+4,98%)
  • Metalúrgica Gerdau (GOAU4): R$ 9,37 (+4,93%)
  • BTG Pactual (BPAC11): R$ 81,51 (+4,46%)
  • Cemig (CMIG4): R$ 11,19 (+4,38%)

Maiores baixas

  • Cogna (COGN3): R$ 5,90 (-4,07%)
  • IRB Brasil (IRBR3): R$ 6,51 (-3,13%)
  • Gol (GOLL4): R$ 19,84 (-2,70%)
  • Yduqs (YDUQ3): R$ 27,99 (-2,64%)
  • Embraer (EMBR3): R$ 7,19 (-2,31%)

Outros índices brasileiros

  • IBrX 100: +1,23% (42.964,68 pontos)
  • IBrX 50: +1,28% (16.518,61 pontos)
  • IBrA: +1,15% (4.019,79 pontos)
  • SMLL: -0,03% (2.475,54 pontos)
  • IFIX: +0,06% (2.788,53 pontos)

Commodities

Hoje os preços do petróleo se recuperam parcialmente do tombo da véspera. O Brent ganhou 2,54% e o WTI, 3,51%.

Ainda há muitas preocupação sobre a retomada da demanda acontecer em 2020. A desconfiança segue firme.

  • Brent (para novembro): US$ 40,79 (+2,54%)
  • WTI (para outubro): US$ 38,05 (+3,51%)

O ouro voltou a subir nesta quarta, ganhando mais 0,60%.

  • Ouro (dezembro): US$ 1.954,90 (+0,60%)

 Baixe a Planilha de Rebalanceamento de Carteira de Investimentos