Bolsa: EDP (ENBR3) tem maior alta e Hypera HYPER3), a baixa

Karin Barros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Reprodução

A Hypera Pharma (HYPER3) teve baixa de 5,92% para R$ 31,65 no pregão desta segunda-feira (31), liderando as perdas do Ibovespa.

A queda se deve ao noticiário negativo envolvendo a delação premiada do antigo controlador da empresa no âmbito da Lava Jato.

Já a maior alta ficou com a EDP (ENBR3), holding brasileira do setor elétrico, com 6,62% para R$ 18,69.

Confira os melhores momentos da Money Week

No final da semana passada, a empresa anunciou um lucro líquido de R$ 237,2 milhões no segundo trimestre de 2020, um aumento de 25,% na comparação com igual período do ano passado.

O resultado financeiro foi uma despesa de R$ 85,3 milhões, uma redução de 26,4%.

No mesmo dia, de acordo com o site Suno Research, o Conselho Administrativo da EDP aprovou o programa de recompra de ações ordinárias de sua emissão.

Tiveram alta também a Via Varejo (VVAR3), Fleury (FLRY3), Mafrig (MRFG3) e Usiminas (USIM5).

Outras quedas no índice

A Gol Linhas Aéreas (GOLL4), com tombo de 5,74% para R$ 17,89, foi a segunda maior queda do índice desta segunda-feira, por ainda não ter se pronunciado sobre uma dívida de US$ 300 milhões, com credores privados não identificados.

A dívida vence nesta segunda e foi garantida pela Delta Airlines.

Eletrobras (ELET3) veio na sequência (-5,28%), com investidores cada vez mais desconfiados de sua privatização.

Por fim, IRB Brasil (IRBR3), com perda de 4,93%, refletiu o fato de ter revertido os lucros e registrado prejuízo de R$ 685,1 milhões no segundo trimestre. Uma teleconferência foi realizada na manhã desta segunda (31) para comentar os resultados do segundo trimestre.

Bancos perderam valor

Bancos foram nçao foram bems, assim como perderam bastante valor Vale e Petrobras.

Banco do Brasil (BBAS3) perdeu 2,22%, Bradesco (BBDC3) recuou 4,52% e PN (BBDC4) aciu 3,40%.

Também registraram queda hoje: BTG Unit (BPAC11), com 2,98%, Itaú Unibanco (ITUB4), com 3,60%, e Santander Unit (SANB11), 3,42%.

Vale ON (VALE3) desvalorizou 2,32%, apesar do minério de ferro estável na China. Petrobras ON (PETR3) e PN (PETR4) caíram 3,42% e 2,88%, respectivamente, com a queda do petróleo no mercado internacional.

Bolsa: ações

Das 75 ações negociadas na bolsa, apenas 8 subiram e todas as outras 67 recuaram em relação ao dia anterior.

Na sexta (28), a EDP Energias do Brasil (ENBR3) reportou seu balanço do segundo trimestre de 2020, com lucro líquido de R$ 237,2 milhões, um aumento de 25,% na comparação com igual período do ano passado.

Hoje, as ações da empresa, tiveram uma alta considerável, de 6,62%.

Só mais cinco ativos subiram.

Do lado contrário, a IRB Brasil (IRBR3) registrou um prejuízo de R$ 685,1 milhões no segundo trimestre de 2020, revertendo o lucro líquido de R$ 397,5 milhões no mesmo período de 2019.

Refletindo o resultado, os papéis da resseguradora fecharam com menos 4,93%.

Mais negociadas

  • Via Varejo (VVAR3): R$ 20,50 (+1,38%)
  • Vale (VALE3): R$ 59,68 (-2,32%)
  • BR Malls (BRML3): R$ 9,28 (-1,90%)
  • Itaú Unibanco (ITUB4): R$ 23,55 (-3,60%)
  • Petrobras (PETR4): R$ 21,89 (-2,88%)

Maiores altas

  • Energias do Brasil (ENBR3): R$ 18,69 (+6,62%)
  • Via Varejo (VVAR3): R$ 20,50 (+1,38%)
  • Fleury (FLRY3): R$ 26,10 (+1,05%)
  • Marfrig (MRFG3): R$ 17,80 (+1,02%)
  • Usiminas (USIM5): R$ 10,15 (+1,00%)

Maiores baixas

  • Hypera (HYPE3): R$ 31,65 (-5,92%)
  • Gol (GOLL4): R$ 17,89 (-5,74%)
  • Eletrobras (ELET3): R$ 35,51 (-5,28%)
  • Cogna (COGN3): R$ 5,70 (-5,16%)
  • IRB Brasil (IRBR3): R$ 7,13 (-4,93%)

Maiores altas de agosto

  • Usiminas (USIM5): R$ 10,15 (+24,85%)
  • Klabin (KLBN11): R$ 25,70 (+24,39%)
  • CSN (CSNA3): R$ 15,21 (+24,16%)
  • Hering (HGTX3): R$ 18,29 (+23,58%)
  • Marfrig (MRFG3): R$ 17,80 (+23,53%)

Maiores baixas de agosto

  • Cogna (COGN3): R$ 5,70 (-31,16%)
  • Sabesp (SBSP3): R$ 47,75 (-21,53%)
  • Yduqs (YDUQ3): R$ 26,95 (-20,48%)
  • Cielo (CIEL3): R$ 4,56 (-15,08%)
  • Sul América (SULA11): R$ 43,18 (-14,83%)

Outros índices brasileiros

  • IBrX 100: -2,69% (segunda-feira) | -3,38% (agosto) (42.125,27 pontos)
  • IBrX 50: -2,81% (segunda-feira) | -3,42% (agosto) (16.220,21 pontos)
  • SMLL: -1,46% (segunda-feira) | -1,23% (agosto) (2.435,60 pontos)
  • IBrA: -2,65% (segunda-feira) | -3,37% (agosto) (3.943,52 pontos)

Commodities

O petróleo a segunda-feira em queda nas duas referências. No Brent, recuou 1,15%; e no WTI caiu 0,83%.

No final das contas, terminado o mês de agosto, o Brent ainda ganhou 4,94%.

O WTI ganhou 6,00%.

O mês foi marcado por oscilações de expectativas com relação à retomada das atividades econômicas em todo o mundo e o avanço da pandemia em mercados-chave, como Estados Unidos, Europa e Ásia.

  • Brent (para novembro): US$ 45,28 (-1,15%)
  • WTI (para outubro): US$ 42,61 (-0,83%)

O ouro encerrou a segunda com alta de 0,18%, depois de passar boa parte do dia no negativo.

Em agosto, o metal ficou praticamente estável, com uma leve e quase imperceptível queda de 0,02%.

No dia 7, durante o dia, chegou a alcançar sua máxima histórica, com US$ 2.089,20.

  • Ouro (dezembro): US$ 1.978,60 (+0,18%)

Com Wisir Research