Bolsa fecha com ganhos 1,72% em recuperação relâmpago

Felipe Moreira
Editor na EuQueroInvestir, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional.
1

Crédito: reprodução/pixabay

O Ibovespa fechou com ganhos de 1,72%, aos 113.850 pontos, nesta quinta-feira (9), em recuperação relâmpago após carta do presidente Jair Bolsonaro.

Na última meia hora de pregão, o Ibovespa virou forte para cima influenciado pela divulgação da “declaração à nação” de Bolsonaro.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

No documento escrito pelo ex-presidente Michel Temer, Bolsonaro afirma que “nunca tive nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes. A harmonia entre eles não é vontade minha, mas determinação constitucional que todos, sem exceção, devem respeitar”.

Na mínima, o principal índice da bolsa brasileira tocou 112.435,11 pontos. Já o volume financeiro foi de R$ 38,8 bilhões.

O que mexe no Ibovespa

IPCA, indicador oficial de inflação, que teve alta de 0,87% em agosto, acima da projeção de 0,71% do mercado, mas abaixo do 0,96% de julho. Esta é a maior alta para o mês desde 2000. 

Com o resultado, o IPCA acumula altas de 5,67% no ano e de 9,68% nos últimos 12 meses. Comparativamente, em agosto de 2020, a variação foi de 0,24%.

Em agosto, a gasolina foi o maior impacto no índice. Entenda aqui porque o combustível está tão caro

A bolsa brasileira caiu mais de 3% ontem, com a escalada da crise entre Executivo e Judiciário. Além das manifestações do dia 7, pesaram as respostas dadas pelos presidentes de Câmara e Senado e do Supremo Tribunal Federal aos atos. Os caminhoneiros também iniciam movimento de paralisação que pode complicar ainda mais o cenário, com desabastecimento e mais pressão sobre os preços.

Exterior

Os destaques no exterior são a manutenção da taxa de juros e das compras de ativos pelo Banco Central Europeu e os novos pedidos de seguro-desemprego dos EUA, que ficaram em 310 mil ante expectativa de 335 mil e 345 mil (revisados) da semana anterior.

Ontem (8), o Livro Bege apontou preocupações com a variante delta e com os gargalos na cadeia de produção americana. E a pesquisa Jolts revelou a criação de mais de 10 milhões de vagas de trabalho no país em agosto, número que supera os desligamentos e aponta um crescimento nível de emprego.

Todos estes indicadores são acompanhados de perto pelos investidores, na busca pela resposta que todos querem saber: quando o banco central americano (Fed) iniciará o tapering, que é a retirada dos estímulos de US$ 120 bilhões mensais da economia, o que reduzirá consideravelmente a liquidez dos mercados.

Dólar

O dólar despencou ante o real já na reta final dos negócios no mercado à vista nesta quinta-feira (9), após o presidente Jair Bolsonaro divulgar nota oficial lida no mercado como uma tentativa de pacificação entre os Poderes. Dólar fecha em baixa de 1,86%, a R$ 5,2273, depois de oscilar entre a mínima de R$ 5,1943 e a máxima de R$ 5,3347.

A carta do presidente, escrita após reunião feita com ex-presidente Michel Temer, foi como um suspiro de alívio do mercado. Além do mergulho do dólar, houve uma virada intensa do Ibovespa. E ainda, acomodou a curva de juros, que passou a devolver os riscos político-institucionais nos contratos mais longos.

Mercados de Nova York

  • Dow Jones: -0,43%
  • S&P: -0,46%
  • Nasdaq: -0,25%

Mercados Europa

  • DAX, Alemanha: +0,08%
  • FTSE, Reino Unido: -1,01%
  • CAC, França: +0,24%
  • FTSE MIB, Itália: +0,13%
  • Stoxx 600: -0,06%

Mercados Ásia

  • Nikkei, Japão: -0,57%
  • Xangai, China: +0,49%
  • HSI, Hong Kong: -2,30%
  • ASX 200, Austrália: -1,90%
  • Kospi, Coreia: -1,53%

Bolsa: ações

Das 84 ações negociadas na bolsa, 3 caíram, 2 ficaram estáveis e as outras 79 subiram em relação à sessão anterior.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo

Mais negociadas

  • Vale (VALE3): R$ 94,70 (-0,36%)
  • Petrobras (PETR4): R$ 25,50 (+2,12%)
  • Itaú Unibanco (ITUB4): R$ 29,10 (+1,32%)
  • Bradesco (BBDC4): R$ 21,20 (+0,43%)
  • Petrobras (PETR3): R$ 26,09 (+0,93%)

Maiores altas

  • Petrorio (PRIO3): +8,32% a R$ 19,78
  • Weg (WEGE3): +6,44% a R$ 38,84
  • Eletrobras (ELET3): +6,07% a R$ 36,37
  • Inter (BIDI4): +5,81% a R$ 20,22
  • GPA (PCAR3): +5,71% a R$ 28,12

Maiores baixas

  • Suzano (SUZB3): -0,54% a R$ 62,25
  • Bradespar (BRAP4): -0,38% a R$ 60,19
  • Vale (VALE3): -0,36% a R$ 94,70

Commodities

Petróleo

  • Brent (novembro 2021): US$ 71,29 (-1,79%)
  • WTI (outubro 2021): US$ 67,96 (-1,93%)

Ouro

  • Ouro futuro (dezembro 2021): US$ 1.796,30 (+0,16%)

Minério de ferro

  • Bolsa de Dalian: US$ 113,05 (-2,73%)