Boeing da Ukranian pode ter sido abatido por míssil do Irã, dizem fontes

Omar Salles
null

Crédito: Dilvugação/ Ukranian Airlines - Foto: Oleg Beliakov

Imagens de um satélite espião indicam que o Boeing 737-800 da Ukranian Airlines que caiu logo após decolar do Aeroporto de Teerã, na manhã de quarta-feira, pode ter sido abatido por um míssil iraniano, informa a NBC News. Todas as 176 pessoas a bordo morreram.

Outros relatos também corroboram esta versão, ao dizer que o 737-800 da Ukranian Airlines foi derrubado por um míssil que os iranianos dispararam por engano perto de Teerã. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quinta-feira não acreditar que o 737 tenha caído por falhas mecânicas. O Irã recolheu as caixas-pretas e se recusou a permitir que elas fossem enviadas para a Ucrânia ou para os EUA, onde fica a sede da Boeing.

O 737-800 da Ukranian era um avião novo. Ele foi entregue em 2016 à empresa pela Boeing. O modelo 800 do 737 é o antecessor do 737 Max, que teve problemas. Mas o 737-800 é considerado um avião seguro.

Inicialmente, funcionários da aeronáutica do Irã disseram que o avião caiu por causa de um problema técnico. A maioria do 176 passageiros eram canadenses e iranianos. Alguns eram ucranianos e suecos. Fontes do governo do Canadá disseram que acreditam que o avião foi derrubado por um míssil. Oficialmente, contudo, Ottawa não se pronunciou.

A agência de aviação civil do Irã informou que o avião partiu do Aeroporto Imã Khomeini às 6h13 da hora local, com destino a Kiev, capital da Ucrânia.  Cinco minutos após a decolagem, os pilotos perderam o contato com a torre de controle do aeroporto. Especialistas dizem que as investigações do acidente podem levar um ano. O Irã não aceita investigadores da Boeing no país. O presidente da Ucrânia,  Volodimir Zelensky, prometeu descobrir a verdade sobre o acidente e enviou investigadores a Teerã. As ações da Boeing, que ontem caíram, subiram nesta quinta-feira após funcionários americanos terem dito que o 737 pode ter sido derrubado por um míssil.