BNDESPAR informa sobre Oferta Pública Secundária de debêntures da Vale (VALE3)

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação

A BNDESPAR informou a intenção de realização de oferta pública de distribuição secundária da 6ª emissão de debêntures da Vale (VALE3), de titularidade do BNDES, da BNDESPAR e da União.

Assim sendo, a Oferta Secundária será realizada no Brasil, com esforços restritos de colocação, além de contar com esforços de colocação no exterior.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

A Oferta Secundária poderá abranger parte ou totalidade das debêntures de titularidade dos Ofertantes e a perspectiva é de que a Oferta Secundária seja concluída no segundo trimestre de 2021.

Copel (CPLE3, CPLE6) comunica sobre contrato de locação de imóvel da Fundação Copel

A Copel (CPLE3, CPLE6) realizou contrato de locação do imóvel pertencente à Fundação Copel, incluindo reformas na modalidade Built to Suit, pelo prazo de 20 anos.

O objetivo do contrato é a locação do referido Imóvel acrescido de investimento em melhorias para adaptá-lo às novas necessidades da Companhia.

O valor total estimado para a duração do contrato é de R$ 224.512.852,80.

CEB (CEBR3) anuncia conclusão da privatização da CEB-D

A companhia Energética de Brasília – CEB (CEBR3) celebrou com a Bahia Geração de Energia o contrato de compra e venda de ações da CEB Distribuição (CEB-D), todas de propriedade da CEB.

Diante disso, a CEB transferiu para a compradora 800.361.879 ações ordinárias de emissão da CEB-D, tendo como contrapartida a liquidação financeira da operação no valor de R$ 2,515 bilhões.

Energisa (ENGI11) informa que recebeu versão atualizada do laudo de avaliação das ações de emissão da Rede Energia

A Energisa (ENGI11) comunicou que recebeu versão atualizada do laudo de avaliação das ações de emissão da Rede Energia, elaborado pela Técnica Assessoria de Mercado de Capitais, instituição avaliadora indicada e nomeada no âmbito do procedimento de revisão de preço.

A Companhia informa também que esta nova versão do laudo de avaliação, que apurou o valor justo de R$ 8,42 por ação de emissão da Rede Energia, foi encaminhada para que a Rede Energia providencie a sua divulgação ao mercado.

A Companhia nota ainda que, também irá providenciar, até o dia 8 de março de 2021, a atualização da documentação da Oferta, bem como o envio de eventuais considerações adicionais à Autarquia, com vistas a dar continuidade ao curso do processo de registro da Oferta.

O Comunicado da Energisa é uma referência à oferta pública de aquisição de ações por aumento de participação a ser lançada pela Companhia, tendo por objeto as ações em circulação de emissão da Rede Energia Participações, atualmente em fase de registro e análise no âmbito da CVM e da B3.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3