BNDESPar: prazo de chamada pública para financiar FIDCs é estendido

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Agência Brasil

Previsto para terminar nesta quarta (3), o prazo de chamada pública para financiar FIDCs foi estendido até 10 de junho, segundo informações da BNDESPar.

Dúvidas sobre como investir? Consulte nosso Simulador de Investimentos

A iniciativa tem o objetivo de ajudar financeiramente as companhias afetadas pelos impactos da pandemia de coronavírus e da Covid-19.

Participe do maior evento de investimentos da América Latina

O edital informou que o braço de participações em empresas do BNDES investirá até R$ 4 bilhões em dez fundos de crédito para micro, pequenas e médias empresas, estruturados como Fundos de Investimento em Direitos Creditórios ou Fundos de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios.

Esses investimentos abrangerão duas modalidades:

  • Fundos estruturados pelos originadores: aqueles que investem, obrigatoriamente, em direitos creditórios originados a partir da base de clientes de grande empresa, a partir de plataforma eletrônica;
  • Fundos estruturados por gestores de recursos: aqueles que não se enquadram na definição acima, possuem gestora registrada na CVM e realizam operações de crédito por meio de plataforma eletrônica própria ou de empresas parceiras.

Requisitos e limitações

A participação da BNDESPar precisa ser limitada a R$ 500 milhões por fundo e restrita a 80% nas cotas de classe única e 90% nas cotas sêniores dos FIDCs.

Para serem selecionados, os fundos precisam cumprir alguns requisitos.

Os benefícios de se ter um assessor de investimentos

Entre eles, possuir patrimônio comprometido com investimentos em direitos creditórios de, no mínimo, R$ 100 milhões, ter prazo de, no mínimo, dois anos e, no máximo, seis, além sediar a equipe do fundo no Brasil.

Processo seletivo

As propostas serão analisadas em duas etapas antes de serem aprovadas.

Na primeira delas, a BNDESPar checará se as informações enviadas atendem aos requisitos mínimos do edital.

A segunda etapa consiste na priorização dos fundos, que seguirá alguns critérios:

  • captação comprovada;
  • custos do fundo;
  • política de investimento;
  • rentabilidade esperada das cotas;
  • compromisso de alocação;
  • número de empresas beneficiadas.

O e-mail para o envio das propostas, agora permitido até 10 de junho, é o seguinte: chamadampme@bndes.gov.br. 

Esse endereço eletrônico também está disponibilizado para quem quiser sanar dúvidas sobre o processo seletivo antes de enviar a proposta para aprovação.

Planilha de ações: baixe e faça sua análise para investir