BNDES vai conduzir privatização de saneamento em quatro Estados

Marcelo Hailer Sanchez
Jornalista, Doutor em Ciências Sociais (PUC-SP) e Mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP). Pesquisador em Inanna (NIP-PUC-SP). Trabalhei nas redações do Mix Brasil, Revista Junior, Revista A Capa e Revista Fórum. Também tenho trabalhos publicados no Observatório da Imprensa e revista Caros Amigos. Sou co-autor do livro "O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente" (AnnaBlume).
1

Crédito: Divulgação.

O BNDES promoverá neste ano a concessão, por meio de leilões, dos serviços de saneamento de quatro estados: Rio de Janeiro, Acre, Amapá e Alagoas, informa o jornal Valor Econômico.

Para dezembro há também o leilão de uma Parceria Público-Privada (PPP) no Rio Grande do Sul. Em 2021, haverá também a concessão do serviço de água e esgoto de Porto Alegre. Ao todo, os seis projetos demandam investimentos superiores a R$ 40 bilhões e parte poderá ser financiada pela instituição.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

Ainda de acordo com o Valor, o BNDES possui R$ 200 bilhões para financiamento ao setor de infraestrutura, desse total, R$ 42 bilhões para o saneamento. Porém, o diretor da instituição, revela que a procura dos governos estaduais é baixa.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3