BNDES separa R$ 20,4 bi para Plano Agrícola com juros entre 4,5% e 7,5%

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Reprodução / Ministério da Agricultura

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) separou R$ 20,4 bilhões para o Plano Agrícola e Pecuário 2020/2021 com juros anuais mais baixos.

Dúvidas sobre como investir? Consulte nosso Simulador de Investimentos

Segundo comunicado publicado no site do órgão, a parceria com o Ministério da Agricultura gerará a aplicação de R$ 15,1 bilhões em Programas na agricultura empresarial e R$ 3,6 bilhões na agricultura familiar, além de R$ 1,7 bilhão em programas destinados ao setor próprios do Banco.

O ponto importante do projeto é a redução nas taxas de juros anuais, que girarão entre 4,5% e 7,5% ao ano na linha empresarial e entre 0,5% e 4% ao ano na familiar.

O novo plano entrou em vigor na quarta-feira, dia 1º, e terá validade até 30 junho de 2021.

Os benefícios de se ter um assessor de investimentos

Alta em relação a 2019

Segundo o BNDES, o total destinado para a agricultura empresarial será 17% maior neste ano quando comparado ao direcionado na vigência anterior, e 6% acima daquele destinado a agricultura familiar.

No plano encerrado no dia 30 de junho, o BNDES aprovou mais de R$ 15 bilhões, em cerca de 106 mil operações. Neste sentido, o BNDES aprovou cerca de R$ 3,2 bilhões em mais de 71 mil operações no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

“No Plano 2020/2021, as cooperativas do setor serão contempladas com oferta de R$ 1,5 bilhão por meio do Procap-agro e R$ 1,4 bilhão através do Prodecoop. Também serão estimuladas práticas inovadoras e sustentáveis, com orçamentos de R$ 1 bilhão (Inovagro) e R$ 1 bilhão (ABC), respectivamente”, explicou o banco, em comunicado.

Para tornar a execução possível, o BNDES vai operar em parceria com mais de 30 instituições financeiras, descentralizando o acesso aos recursos e “facilitando o desenvolvimento de uma política pública de crédito ao setor”.

Planilha de ações: baixe e faça sua análise para investir