BNDES aprova financiamento de R$ 208 mi para parque eólico no RN

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Reprodução/AES Tietê

O BNDES informou nesta terça que aprovou um financiamento de R$ 208 milhões para a implantação do parque eólico Ventos de Santa Martina 14, no RN.

Dúvidas sobre como investir? Consulte nosso Simulador de Investimentos

O parque ficará situado nos municípios de Caiçara do Rio do Vento e Riachuelo, e o apoio é para estimular a diversificação da matriz energética brasileira por meio de fonte limpa e renovável.

O parque eólico pertence ao grupo Casa dos Ventos e é um dos oito localizados no Complexo Eólico Rio do Vento, atualmente em construção.

Em comunicado postado no site oficial, o BNDES informou que aprovou o financiamento a longo prazo por “entender que investimentos em projetos de infraestrutura serão fundamentais para a retomada econômica após a epidemia de coronavírus”.

O parque eólico

Segundo o BNDES, o financiamento feito à sociedade de propósito específico(SPE) Ventos de Santa Sofia Energias Renováveis S.A. tem a perspectiva de geração de mais de 200 postos de trabalho durante e após a conclusão do projeto, considerando apenas o parque eólico financiado.

Os benefícios de se ter um assessor de investimentos

O projeto prevê ainda que outros 1.500 postos de trabalho sejam criados durante a implantação de todo o complexo que se estende por três municípios do estado, com capacidade total instalada de 504 megawatts.

A previsão é que o parque eólico Ventos de Santa Martina 14 entre em operação comercial daqui a um ano, incorporando 63 megawatts à capacidade total do complexo.

Energia eólica na Bahia

Em março deste ano, o BNDES e a Engie Brasil assinaram contratos no valor de R$ 2,7 bilhões para implantação de um complexo eólico, na Bahia.

O Conjunto Eólico Campo Largo – Fase 2, nos municípios baianos de Umburanas e Sento Sé, vai gerar energia suficiente para atender 850 mil domicílios.

Planilha de ações: baixe e faça sua análise para investir