Blau Farmacêutica: receita líquida cresce 14%, para R$ 303 mi

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Divulgação Blau Farmacêutica

A receita líquida da Blau Farmacêutica avançou 14% no terceiro trimestre de 2020. Passando de R$ 265 milhões no terceiro trimestre de 2019 para R$ 303 milhões um ano depois.

No acumulado de 2020, a receita líquida da Companhia foi de R$ 844 milhões, 11,7% superior aos nove primeiros meses de 2019.

Segundo a Blau, o aumento da receita foi positivamente impactado por especialidades, com produtos da linha de anestésicos,cefalosporínicos e de gastroenterologia.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!

O lucro líquido teve um incremento de 47%, registrando R$ 75 milhões no terceiro trimestre de 2020. No mesmo período do ano passado, a Companhia havia registrado um lucro de R$ 51 milhões.

Já o lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) avançou 29%. Desse modo, passou de R$ 87 milhões no terceiro trimestre de 2019 para R$ 112 milhões um ano depois.

A margem Ebitda no terceiro trimestre de 2020 atingiu 37,1%, avanço de 4,3 pontos percentuais frente ao terceiro trimestre de 2019.

As despesas operacionais totalizaram R$ 39,2 milhões no terceiro trimestre de 2020, um aumento de 14,1% em relação a um ano antes. A Companhia informou que o crescimento da despesa foi impactado, sobretudo, pelos investimentos em pessoal e em novos projetos no P&D.

A dívida líquida da Blau Farmacêutica em 30 de setembro de 2020 era de R$ 387 milhões.

Ao mesmo tempo, a alavancagem da Companhia foi de 1x no terceiro trimestre de 2020 contra 0,4x no mesmo período de 2019.

A Companhia informou que o aumento da alavancagem se deu principalmente pela conclusão da aquisição da Pharma Limírio.