BitCoin ou Bitch Coin?

[dropcap]A[/dropcap]o longo de 2017 fomos muito cobrados por nossos leitores a respeito de um posicionamento em relação ao bitcoin (tratado carinhosamente por bitch coin no decorrer do artigo). Afinal, como pudemos silenciar diante de um produto que valorizou 1500% no ano de 2017?

Filipe Teixeira
Filipe Teixeira é redator do Portal EuQueroInvestir. Gremista, filho dos anos 80, apaixonado por filmes, música, política e economia.É também Coordenador da área de Marketing do EuQueroInvestir.com e do EuQueroInvestir A.A.I assessores de investimentos.Me envie um e-mail: filipe.teixeira@euqueroinvestir.com Ou então uma mensagem por WhatsApp: (51) 98128-5585 Instagram: filipe_st
bitcoin

Foto: imagem da moeda bitcoin

Em minha defesa, gostaria de dizer que sou nascido e criado no Rio Grande do Sul e isto por si só explica a dose extra de cautela. Todo gaúcho é meio discípulo de Celso Roth (o técnico de futebol mais retranqueiro da história)

Quando vou ao cinema, sempre pergunto se é possível substituir o dobro de manteiga pelo dobro de cautela!

Mas voltando ao causo…

Quando decidi escrever sobre o bitch coin, lembrei-me quase que instantaneamente da clássica canção de Odair José: Eu vou tirar você desse lugar.

A música narra uma inusitada história, onde um homem resolve declarar todo o seu amor, tirando sua amada de uma casa de tolerância, sem se preocupar com “o que os outros vão pensar…”

odair-jose

E por que esta analogia?

Primeiramente, o bitch coin não possui regulamentação e tampouco possui qualquer relação com o sistema financeiro nacional. Quem “garante” a segurança das negociações são os próprios negociantes da moeda, através do seu banco de dados, conhecido como blockchain.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

[box type=”info” align=”aligncenter” class=”” width=””]O bitch coin não têm garantia de conversão para moedas soberanas, além de não possuir lastro em ativo real de qualquer espécie, ficando todo o risco com os detentores.[/box]

Para o Banco Central, um bitch coin vale o mesmo que um saquinho de alfafa.

alfafa-bitcoin

Seu valor decorre exclusivamente da confiança conferida pelos indivíduos ao seu emissor. Quem investe em bitch coin, corre o risco de que ele deixe de ser aceito a qualquer momento, o que já é uma realidade na China, por exemplo.

Ou seja, você deve confiar cegamente no bitch coin, tal qual o nosso protagonista, após tirar sua amada da vida fácil.

[banner nome=”facebook”]

Volume de bitch coins:

Estimativas da CoinDesk, uma das maiores casas de câmbio do mundo de moedas virtuais, apontam que há cerca de 16,7 milhões de bitcoins em circulação pelo mundo e que elas somam cerca de US$ 166 bilhões.

Como explicar a sua valorização?

O padrão de todas as bolhas financeiras, é fazer com que o preço dos ativos se descole da realidade. A partir daí um ciclo natural se inicia, indicando um movimento “aparentemente” sustentável: Investidores correm para comprar; a demanda maior faz o preço subir, atraindo mais investidores até que…

A bolha estoura e o preço do ativo desaba!

Resumindo, devo ou não devo investir em bitch coins?

É inegável que muitas pessoas já ganharam dinheiro investindo em bitch coin, afinal de contas, no Brasil, o número de pessoas investindo em criptomoedas já ultrapassa o de pessoas investindo na bolsa de valores.

bitcoin

Se você é um entusiasta do assunto e está contente com os lucros obtidos, ótimo! Você surfou a onda no momento certo. Lembre-se que até a telexfree fez algumas (poucas) pessoas ganharem dinheiro.

No entanto, é meu dever alerta-lo de que algo de muito grave pode acontecer em um futuro não muito distante.
O valor do bitch coin segue se valorizando de uma maneira atípica (como uma bolha), possui milhares de defensores fervorosos (como uma bolha) e não possui nenhum lastro ou garantia, como nas bolhas!

“Eu quero que você não pense em nada triste, pois quando o amor existe, não existe tempo para sofrer…”

Tenha sempre em mente que as chances deste seu investimento dar certo no longo prazo, são praticamente as mesmas do nosso homem apaixonado, que resolveu tirar sua amada “daquele” lugar.

Por Filipe Teixeira – EuQueroInvestir.com