Bilionária da Angola investigada por fraude vende participação no banco português

Jéssica De Paula Alves
Jornalista e produtora de conteúdo

Crédito: Freepik

Uma bilionária da Angola, que é alvo investigação por suspeita de desvio de fundos vendeu parte de suas participações  fatia em banco português Eurobic. Segundo o site Extra, a informação foi divulgada pela instituição, na quarta-feira (22).

Isabel dos Santos, filha do ex-presidente do país africano José Eduardo dos Santos, decidiu vender sua participação após a agência de notícias portuguesa Lusa informar que procuradores angolanos a apontaram como suspeita formal de má gestão e desvio de verbas enquanto era presidente da petrolífera estatal angolana Sonangol.

O procurador geral de Angola, Hélder Pitta Grós, informou que a bilionária não havia demonstrado colaboração com as autoridades angolanas, de acordo com a agência portuguesa.

BDRs. Alternativas para investir no exterior diretamente da bolsa brasileira

Isabel dos Santos, dirigu a Sonangol entre junho de 2016 e novembro de 2017. Desde então, acumulou uma fortuna durante as décadas em que seu pai era presidente do país. Todavia não foi encontrada para comentar, mas negou qualquer irregularidade.

Em Portugal, Isabel dos Santos possui participações em várias grandes empresas, incluindo a NOS e a empresa de petróleo Galp Energia.

Em comunicado, o Eurobic afirmou que a venda da participação de 42,5% da empresária já foi iniciada e que a decisão dela “é final”. A instituição afirmou que a saída de Isabel dos Santos vai ocorrer “assim que possível” e que o banco central de Portugal já foi informado da decisão.