Banco Inter (BIDI4) reverte lucro e tem prejuízo de R$ 8,44 mi

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Divulgação/Banco Inter

O Banco Inter (BIDI4) reportou nesta terça-feira (19) seus resultados do primeiro trimestre de 2020. O prejuízo somou R$ 8,4 milhões, revertendo lucro líquido de R$ 12,1 milhões em comparação com igual período de 2019.

De acordo com o banco, o resultado foi impactado pela marcação a mercado de títulos e valores mobiliários mantidos na tesouraria.

A margem financeira líquida ajustada ficou em 8,2% no período, redução de 0,6 p.p., devido ao aumento de 48,6% do NII ajustado.

As despesas com provisão de crédito do Inter atingiram R$ 50,5 milhões, uma elevação de 125%.

Já despesas da intermediação financeira somaram R$ 120,7 milhões no trimestre, aumento de
57,3% em relação ao mesmo período de 2019.

Dúvidas sobre como investir? Consulte nosso Simulador de Investimentos

Conforme o Inter, a elevação se deveu ao aumento da provisão para créditos de liquidação duvidosa.

O custo de funding apresentou redução de 17,4 p.p. ao longo de doze meses, atingindo 58,6% do CDI.

Fonte: Banco Inter

Carteira de crédito ampliada salta 57,2%

A carteira de crédito ampliada totalizou R$ 5,6 bilhões, um crescimento de 57,2%.

O patrimônio líquido totalizou R$ 2,1 bilhões, variação de 126% na comparação anual.

No mesmo período, o Índice de Basileia chegou a 28,6%, com aumento de 2,8 p.p.

O Banco Inter encerrou o trimestre com 4,9 milhões de contas digitais, número 2,6 vezes maior que do primeiro trimestre de 2019.

O volume em depósitos à vista saltou 205%, atingindo R$ 2,6 bilhões no primeiro trimestre de 2020.

Diversifique sua carteira de investimentos: consulte nossa planilha de ações

Receitas do Inter sobem 40,1%

As receitas totalizaram R$ 288,5 milhões, um aumento de 40,1%.

De acordo com o Inter, o desempenho foi puxado pelas receitas de prestação de serviços que cresceram 83,4%.

As receitas de serviços somaram R$ 97,8 milhões, um crescimento de 131% em relação ao mesmo período de 2019.

Conforme o banco, as receitas foram impactadas tanto pela sazonalidade normalmente vista nos primeiros meses do ano, quanto pelos reflexos da pandemia.

Fonte: Banco Inter

LEIA MAIS

Conheça os benefícios de se ter um assessor de investimentos

Bolsa e bancos irão operar normalmente dias 20, 21, 22 e 25