BC publica calendário de reuniões do Copom em 2021

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Wikimedia

O Banco Central divulgou nesta segunda-feira (22) o calendário das reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom) em 2021. As reuniões serão nos seguintes dias:

  • 19 e 20 de janeiro
  • 16 e 17 de março
  • 4 e 5 de maio
  • 15 e 16 de junho
  • 3 e 4 de agosto
  • 21 e 22 de setembro
  • 26 e 27 de outubro
  • 7 e 8 de dezembro

Conforme o BC, as atas do Copom serão publicadas às 8 horas da terça-feira seguinte às reuniões do comitê.

A única exceção será a ata da reunião dos dias 26 e 27 de outubro, que será publicada numa quarta-feira em função de feriado nacional.

As reuniões são realizadas em duas sessões: a primeira reservada às apresentações técnicas de conjuntura, e a segunda para decisões das diretrizes de política monetária.

Fonte: BC

Copom

O Copom é o órgão do BC, formado pelo seu presidente e diretores, que define, a cada 45 dias, a taxa básica de juros da economia (Selic).

A taxa de juros Selic é a referência para os demais juros da economia. Trata-se da taxa média cobrada em negociações com títulos emitidos pelo Tesouro Nacional, registradas diariamente no Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic).

Para que a política monetária atinja seus objetivos de maneira eficiente, o BC precisa se comunicar de forma clara e transparente.

Além do comunicado e da ata da reunião, o BC publica, a cada trimestre, o relatório de inflação, que analisa a evolução recente e as perspectivas da economia, com ênfase nas perspectivas para a inflação.