BC afirma que Pix pode ter saque em dinheiro a partir do segundo semestre

Victória Anhesini
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

O Banco Central (BC) divulgou nesta segunda-feira (10) que o Pix poderá permitir o saque de recursos em espécie a partir do segundo semestre de 2021.

Conforme as regras colocadas em consulta pública do BC, haverá a possibilidade de quatro saques gratuitos por mês de valor máximo diário de 500 reais.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

O Pix Saque será exclusivamente para retirada de recursos em espécie. Enquanto isso, o Pix Troco também envolverá saques, mas sempre associados a uma compra de bem ou serviço.

Conforme o BC, os saques podem ser feitos em lojas, empresas e bancos 24 horas que tenham celebrado contrato com instituição financeira ou de pagamento. Os próprios bancos também poderão oferecer o Pix Saque em suas próprias redes de caixas eletrônicos.

Os estabelecimentos que decidirem oferecer as novas funções do Pix têm liberdade para definir dias e horários para a disponibilizarão o serviço. De acordo com o BC, isso também inclui o formato (saques apenas em múltiplos de 10, por exemplo).

Em nota, o BC afirma que as inovações trazem mais conveniência para os usuários. Com a ampliação da capilaridade do do serviço e de saque, em conjunto com o aumento da competição entre ofertas. As instituições digitais e as demais que sem rede própria de agências poderão oferecer melhores condições e precificação de serviços.

As regras poderão ser aperfeiçoadas a partir das sugestões recebidas na consulta pública, que receberá contribuições até 9 de junho.

*Com Agência Reuters

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3