BC antecipa lançamento do sistema de pagamento instantâneo, o PIX

Marcello Sigwalt
null

Crédito: Site Mundo Conectado

Clientes e instituições financeiras deverão ‘ter mais tempo’ para se familiarizar com o PIX, conhecendo melhor o novo sistema, até que o sistema entre efetivamente em funcionamento.

Esses são alguns dos principais objetivos da antecipação – de 3 de novembro para 5 de outubro – da primeira etapa de lançamento do sistema brasileiro de pagamentos instantâneos (PIX), anunciado nessa quarta-feira pelo Banco Central (BC), em nota do site da autarquia.

A expectativa da instituição é de que o volume de serviços e a concorrência no mercado financeiro devem aumentar muito com a adoção do PIX.

Rede social

O anúncio ocorreu horas depois de declaração no mesmo sentido, feita pelo presidente da autarquia, Roberto Campos Neto, por meio de rede social.

A partir dessa nova data, os clientes de bancos estarão aptos a fazer os registros de “chaves” para recebimento de pagamentos pelo PIX.

24 horas por dia

Por meio do PIX, será possível fazer transferências de recursos, 24 horas por dia, sete dias por semana, todos os dias do ano, o que representa um avanço em relação às ferramentas tradicionais (doc ou ted).

Concorrência sobe

Juntamente com o open banking – sistema também em fase de instalação, que permitirá o compartilhamento de dados dos clientes – o PIX é visto pelo BC como uma iniciativa para aumentar os serviços disponíveis e elevar a concorrência no mercado financeiro.

De acordo com informações da autoridade monetária, as chaves servem para identificar o receptor dos recursos. Como chave, podem ser utilizados, o número do celular, e-mail, números de CPF e do CNPJ.

Facilitador de transferências

Numa transferência que utilize o PIX, será necessário ao pagador informar a chave – e não mais dados como número do banco, da agência e da conta – para que a transação seja concluída.

“Aquele que quiser receber um PIX de forma simples, deverá, a partir de outubro, acessar o aplicativo da instituição em que possui conta, fazer o registro da chave, vinculando o número do celular, e-mail e CPF/CNPJ àquela conta específica”, informa nota do BC.

Plataforma DICT

A publicação acrescenta que “essas informações serão armazenadas em uma plataforma tecnológica desenvolvida e operada pelo BC, chamada Diretório Identificador de Contas Transacionais (DICT), um dos componentes do PIX”.

Além das informações, todas as funcionalidades de gestão das chaves (registro, exclusão, alteração, reivindicação de posse e portabilidade) estarão disponíveis.

A partir de agosto, ainda em data indefinida, será publicado o detalhamento das regras específicas do regulamento PIX.

Em 16 de novembro, porém, será lançado o sistema PIX a toda a população.

A participação nesse período antecipado de registro de chaves será facultativa às instituições financeiras e de pagamentos participantes do Pix, tendo como pré-requisito a conclusão bem sucedida da etapa de homologação.

O PIX é uma ação da Agenda BC#, dimensão competitividade.

Conheça o cronograma de marcos do PIX

Agosto: Divulgação do Regulamento PIX e manuais técnicos

5.10 – início do processo de registro de chaves de endereçamento

3.11 – início da operação restrita do PIX

16.11 – lançamento do PIX para toda a população