Banco do Brasil (BBAS3) nega em comunicado ter escolhido novo presidente

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Wikimedia

Nesta segunda (3), comunicado oficial do Banco do Brasil (BBAS3) esclarece que, “de acordo com o estabelecido em seu Estatuto Social , cabe ao Presidente da República a nomeação do Presidente do BB”.

“O BB informa, ainda,que até o presente momento não houve qualquer comunicação formal do acionista controlador sobre o efetivo exercício dessa prerrogativa pela Presidência da República”, diz a nota.

“Fatos julgados importantes serão prontamente divulgados ao mercado”, conclui a nota.

No último sábado (1º), reportagem da Folha S. Paulo informava que André Brandão, presidente do HSBC desde 2012, teria sido escolhido pelo governo para presidir o Banco do Brasil, em substituição a Rubem Novaes, que deixou o cargo na semana passada.

Já o colunista Lauro Jardim, em O Globo, também apurou que o novo presidente do BB estava escolhido e o seu nome será anunciado na segunda-feira (3), o que ainda não foi feto.

Segundo Jardim, o escolhido de Paulo Guedes não é funcionário de carreira do Banco do Brasil. É um executivo financeiro com passagem num grande banco estrangeiro e tem experiência no varejo.

O novo presidente do Banco será escolha do ministro da Economia, Paulo Guedes, que já conversou com o presidente Bolsonaro.

Conforme o G1, desde a saída de Novaes, o ministro da Economia optou por mudar o perfil do novo presidente do Banco do Brasil.

Guedes deseja um executivo com forte atuação no mercado e, de preferência, com experiência em presidência de banco, o que se encaixa no perfil de Brandão.

De acordo com fontes ouvidas pelo G1, Brandão tem um perfil semelhante ao do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, que conquistou respeitabilidade em Brasília e no mercado – de onde ele também saiu para o governo.

Segundo reportagem da Folha S. Paulo, ainda faltam alguns detalhes burocráticos para o anúncio oficial de Brandão.

Brandão

André Brandão entrou no Grupo HSBC em 1999, na área de renda fixa, vendas e câmbio.

Em 2001, assumiu o cargo de diretor de tesouraria e depois foi promovido a diretor-executivo de tesouraria.

Com mais de 30 anos de mercado financeiro, Brandão já trabalhou por 11 anos no Citibank. E, desde 2012 é presidente do Banco HSBC.