BB (BBSA3) vende carteira de “crédito podre” ao BTG (BPAC11) por R$ 371 mi

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Foto: BB (BBAS3) vende carteira de crédito podre

O Banco do Brasil (BBSA3) cedeu carteira de créditos, majoritariamente em perdas, a Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios Não Padronizado e Exclusivo (FIDC-NP), administrado pelo BTG Pactual Serviços Financeiros.

A carteira cedida possui valor de R$ 2,9 bilhões. Mas o impacto financeiro da transação será de R$ 371 milhões.

Conforme nota, é a primeira vez que o BB realiza cessão de carteira cujo cessionário não pertence ao seu Conglomerado.

Por fim, o BB informa que esta operação é o piloto de um modelo de negócios recorrente que o Banco está
desenvolvendo para dinamizar, ainda mais, a gestão do portfólio de crédito.

Cesp (CESP6): Morgan Stanley eleva participação para 5,2% na companhia

A Cesp informou que o Morgan Stanley atingiu posição correspondente a 5,2% das ações preferenciais classe B (CESP6) emitidas pela companhia.