Banrisul (BRSR6) anuncia novo plano de demissão voluntária

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.

Crédito: Divulgação

O Banrisul (BRSR6) comunicou, nesta segunda-feira (17), que iniciará um novo Plano de Desligamento Voluntário (“PDV”).

Para isso, será estabelecida negociação com as entidades sindicais, visando a implementação de um acordo coletivo de trabalho contemplando plano de desligamento de empregados.

“Caso aprovado e firmado o acordo, as etapas seguintes necessárias para sua implementação serão adotadas pelo Banrisul”, informou a instituição.

No final de 2018, o banco havia instituído um Plano de Desligamento por Aposentadoria Voluntária (PDAV), cuja meta era desligar 600 funcionários.

Na época o plano visava atingir apenas empregados aposentados pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) ou que já estavam em condições de se aposentar.

Banrisul tem queda de 64,2% no lucro no 2TRI20

No segundo trimestre de 2020, o Banrisul registrou lucro líquido de R$ 119,88 milhões frente aos R$ 335,4 milhões em igual período do ano anterior.

Trata-se de uma queda de 64,2%.

Já o lucro líquido ajustado recuou 60,8% ao passar de R$ 305,7 milhões para R$ 119,88 milhões.

No comparativo semestral, a instituição financeira registrou lucro de R$ 377,3 milhões este ano, contra R$ 655,3 milhões em igual período do ano anterior, queda de 42,4%.

Já a rentabilidade do banco marcou 5,9% no segundo trimestre de 2020 contra os 13% de igual período do ano anterior.

No comparativo semestral, o ROAE ficou em 9,4% no primeiro semestre de 2020 frente os 16,9% de igual período em 2019.

De acordo com o banco, o desempenho registrado pelo Banrisul no primeiro semestre de 2020 frente a igual período do ano anterior reflete o aumento de despesas de provisão para perdas de crédito.

Dúvidas sobre como investir? Consulte nosso Simulador de Investimentos