Bancos terão alíquota menor em novo imposto; veja outros destaques

Osni Alves
Jornalista (2007); Especializado em Comunicação Corporativa e RP (INPG, 2011); Extensão em Economia (UFRJ, 2013); Passou por redações de SC, RJ e BH (oalvesj@gmail.com).
1

Crédito: Bancos terão alíquota menor em novo imposto

Na primeira fase da reforma tributária enviada ao Congresso, o governo propôs uma alíquota única de 12%.

A taxa será para a Contribuição Sobre Bens e Serviços (CBS), a ser criada a partir da unificação do PIS/Cofins. No entanto, conforme destacou o Estadão, a tributação para as instituições financeiras será menor, de 5,8%.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

Já as receitas de prestação de serviços de transporte público coletivo municipal de passageiros, como rodoviário, metroviário, ferroviário e aquaviário, que mexem com a vida da população, ficarão isentas, assim como os templos religiosos.

A proposta da reforma foi entregue ao Congresso nesta terça-feira (21) pelo ministro Paulo Guedes.

Brasil, OMC e China

O Valor informa que Brasil e Estados Unidos submeteram uma proposta politicamente sensível à Organização Mundial do Comércio (OMC), estabelecendo que o princípio de economia de mercado tem de valer para todos os seus membros.

Com isso, eles visam garantir condições equitativas de competição econômica no comércio internacional.

A iniciativa bilateral, na prática, alveja a China em plena guerra fria entre americanos e chineses.

O governo de Jair Bolsonaro opta de forma inequívoca pelo lado americano. O documento, segundo fontes, expressa o fortalecimento da relação bilateral Brasil-EUA.

Bolsonaro faz novo teste

O presidente Jair Bolsonaro continua infectado pelo novo coronavírus.

A conformação é do Palácio do Planalto, reportaa pelo G1 nesta quarta-feira (22).

O resultado de um novo teste realizado pelo presidente teve mais um resultado positivo.

Em nota, o Planalto informou também que o estado de saúde do presidente segue “em boa evolução”.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3

Bolsonaro faz novo teste

Bolsonaro faz novo teste.

Telefonia 5G

O Valor destaca também que preços muito elevados para as licenças de 5G tendem a se traduzir em serviços de qualidade inferior.

Assim, o serviço entregue tem menor cobertura e transmissão de dados mais baixa.

Por conta disso, as operadoras defendem um modelo em que a maior parte dos recursos a ser desembolsado vá para a montagem da infraestrutura 5G e não para a aquisição de licenças.

As licenças de 5G tendem a se traduzir em serviços de qualidade inferior.

As licenças de 5G tendem a se traduzir em serviços de qualidade inferior.

Socorro a usinas

Linha do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) de socorro a usinas ficou sem demanda.

É isso que mostra levantamento do Valor ao informar que os R$ 3 bilhões para estocar etanol não foram requeridos por nenhuma companhia do setor.

O BNDES avaliou que “foi a melhora da situação do mercado de combustíveis” que possibilitou que as usinas não necessitassem do recurso.

Linha do Bndes (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) de socorro a usinas fica sem demanda.

Linha do Bndes (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) de socorro a usinas ficou sem demanda.

BNDES e aéreas

De acordo com o Estadão, com as conversas com Azul e Gol demorando mais do que o esperado por conta de algumas questões como a destinação de recursos e diluição de acionistas, o empréstimo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para as companhias aéreas deve ficar apenas para agosto.

Havia a expectativa de que o dinheiro pudesse ser liberado neste mês, mas o assunto não está concluído.

No momento, o banco de fomento estaria perto de assinar o termo de condições com as aéreas. Depois disso, elas poderão dar prosseguimento à operação com os bancos, que será feita via mercado.

Pelas discussões atuais, cada companhia poderá receber um empréstimo de R$ 1,2 bilhão do banco de fomento e de bancos privados, sendo que parte viria de operações no mercado de capitais.

Renault confirma demissão em massa

A Renault justificou as dispensas de 747 funcionários em sua fábrica no Paraná por conta da necessidade de minimizar os impactos da pandemia. Também para viabilizar o futuro do negócio.

Os empregados já prometem parar por tempo indeterminado.

a Renault justificou as dispensas de 747 funcionários em sua fábrica no Paraná por conta da necessidade de minimizar os impactos da pandemia.

Renault confirma demissões no Paraná.

Ministério da Saúde e Covid

A Folha de S.Paulo informa que o Ministério da Saúde gastou apenas 29% da verba emergencial prevista para combater o novo coronavírus a partir de março, de acordo com auditoria do TCU (Tribunal de Contas da União).

Dos R$ 38,9 bilhões prometidos por meio de uma ação orçamentária específica, criada em março, R$ 11,4 bilhões foram alocadas em ações de combate à pandemia.

Covid-19

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta terça-feira (21).

O país registrou 1.346 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 81.597 óbitos. Com isso, a média móvel de novas mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.048 óbitos, uma variação de 0% em relação aos dados registrados em 14 dias.

Sobre os infectados, já são 2.166.532 brasileiros com o novo coronavírus, 44.887 confirmados no último dia. A média móvel de casos foi de 33.618 por dia, uma variação de -10% em relação aos casos registrados em 14 dias.