Bancos estudam alternativa a teto dos juros; veja outros destaques

Osni Alves
Jornalista (2007); Especializado em Comunicação Corporativa e RP (INPG, 2011); Extensão em Economia (UFRJ, 2013); Passou por redações de SC, RJ e BH (oalvesj@gmail.com).

Os bancos vão apresentar ao Congresso uma contraproposta que permita cortar as taxas de juros dos cartões e do cheque especial sem tabelamento de preços.

Eles pretendem sugerir um meio-termo, de forma que as taxas caiam, mas não de forma tão abrupta, preservando seus modelos de negócios e também os de varejistas e credenciadoras que antecipam recebíveis.

Nesse cenário, as instituições abririam mão de parte da receita, cortariam os limites de crédito de uma parcela menor de clientes e o varejo reduziria a dependência do parcelado sem juros.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

Isso porque, Segundo o Valor, com limitação dos juros em 30% ao ano, provavelmente seis milhões de clientes deixarão de ter acesso ao cheque especial – um terço dos usuários da linha.

No caso dos cartões, a questão é bem mais complexa. A estimativa é que 20 milhões ficarão sem cartão de crédito.

Vale ressaltar que o teto dos juros já foi aprovado pelo Senado e vai para Câmara.

Bancos terão alíquota menor em novo imposto

EDP prevê expansão 

A EDP Energia planeja crescer em transmissão via leilões e aquisições.

A distribuidora e geradora acaba de concluir lote de duas linhas no Maranhão, projeto no qual investiu R$ 182 milhões.

Depois de um período de cautela devido à pandemia, a EDP Brasil voltou a estudar novas oportunidades de crescimento no setor de transmissão de energia.

Segundo o Valor, a companhia está com estudos avançados para participar do leilão marcado para dezembro. Em paralelo, também avalia ativos no mercado secundário.

Gafisa retoma atividades

Desde 2018 sem apresentar projetos ao mercado em decorrência da crise interna e do processo de reestruturação, a Gafisa vai retomar lançamentos imobiliários neste trimestre.

Segundo o Valor, a intenção da companhia é lançar três projetos de alto padrão, na cidade de São Paulo, com Valor Geral de Vendas (VGV) que soma R$ 288 milhões.

O fortalecimento do balanço, a preservação de margens brutas em patamares elevados e a retomada do crescimento são as prioridades dos gestores.

Há intenção que a Gafisa retome, no mercado, “o lugar de onde não deveria ter saído”, segundo o vice-presidente de Operações, Guilherme Benevides.

Desmatamento não, diz Itaú

Uma das prioridades da ação conjunta dos três principais bancos privados brasileiros – Itaú, Bradesco e Santander – na questão ambiental é evitar que as atividades agrícolas  econômicas contribuam para o desmatamento da Amazônia.

De acordo com o Estadão, um dos alvos iniciais do trabalho  das instituições é a indústria da carne, disse nesta terça-feira, 11, Candido Bracher, presidente do Itaú Unibanco.

Para o banqueiro, além de se endereçar a questão da exploração inadequada da floresta, é necessário também discutir a regularização fundiária para organizar a região, com planos de incentivo para os proprietários de terra que mantêm as árvores em pé.

“Vamos montar um plano para desestimular o consumo de gado criado em área ilegal”, disse o executivo. “Não vamos financiar essa cadeia, se (as empresas) estiverem nessas condições.”

itau

Justiça de SP quer mais

Apesar das dificuldades impostas pela crise aos governos estaduais, o Tribunal de Justiça de SP propôs aumento de 55% (R$ 6,8 bilhões) na verba do Judiciário paulista para 2021.

Segundo o Estadão, pagamento de salários e despesas com pessoal estão entre os itens que terão os maiores saltos nos gastos.

O jornal também informa que o governo do Estado de São Paulo vai encaminhar à Assembleia Legislativa projeto que faz um corte linear de 20% em todos os benefícios fiscais concedidos com o ICMS, como forma de aumentar a arrecadação para enfrentar os efeitos da crise em 2021.

Airbnb vai à Bolsa

A Airbnb está prestes a abrir o capital em uma ação que destacaria uma recuperação surpreendente da gigante do compartilhamento de casas e do mercado de IPOs.

Segundo a Folha de S. Paulo, citando o The New York Times, a empresa pretende apresentar um papelada da IPO à SEC (Comissão de Valores Mobiliários americana) no final deste mês, preparando-se como bases para uma possível listagem antes do final do ano, de acordo com as pessoas inteiradas do assunto.

O Morgan Stanley foi escolhido para liderar uma oferta, com o Goldman Sachs também desempenhando um papel importante, disseram essas pessoas.

Não há garantia de que o Airbnb avancará no cronograma esperado, em parte por causa da notória volatilidade do mercado de novas emissoras.

Coronavírus

De acordo com o consórcio de imprensa formado para cobrir a pandemia do novo coronavírus, os números estão assim no Brasil:

Casos confirmados: 3.112,939;
Recuperados: 2.243,124;
Mortes: 103,099.