Banco Santander (SANB3) terá de devolver R$ 1,4 milhão que reteve do mercado de Bitcoin, ordena Justiça

Angélica Weise
Jornalista formada pela UNISC e com Mestrado pela UFSM. Escreve sobre tecnologia, política, criptomoedas e atualidades.

Crédito: Shutterstock

Em documento publicado nesta sexta-feira (24) no Diário Oficial do Estado de São Paulo a Justiça de São Paulo ordenou que o banco Santander restitua definitivamente o Mercado Bitcoin.

O valor a ser pago é de R$ 1.421.581,47, em 15 dias, sob pena de multa e honorários em 10% sobre esse valor.

Na decisão se destaca o seguinte:”ACOLHO os embargos de declaração, para intimar o executar à restituição de R$ 1.421.581,47, em 15 dias, sob pena de multa e honorários, conforme artigo 523, do Código de Processo Civil”.

Caso Santander e Mercado Bitcoin

Este caso foi aberto em 2018 pelo fato da exchange brasileira ter R$ 1.350.733,00 bloqueados em sua conta por determinação unilateral do Banco e sem qualquer ordem judicial.  O Santander justificou sua conduta afirmando que havia suspeita de “fraudes bancárias”.

O caso foi parar na Justiça e o Santander tentou reverter a situação.

O Santander, por meio de sua assessoria, diz que “não se manifesta sobre casos que estão sub judice”.


Aproveite as oportunidades e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Preencha seus dados abaixo e conte com especialistas para ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374