BBAS3 distribui 40% do lucro em proventos; VAMO3 pode levantar até R$ 1,495 bi

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Divulgação

O Banco do Brasil divulgou fato relevante nesta segunda-feira (25) em que afirma que revisou sua política de pagamento de proventos. E que estabeleceu payout de 40% para o exercício de 2021, via dividendos e/ou juros sobre o capital próprio (JCP).

BB (BBAS3) pode se desfazer da Cielo (CIEL3)

O Banco do Brasil (BBAS3) avalia se desfazer de sua participação na Cielo (CIEL3), mas o Bradesco, seu sócio, não quer outro parceiro na empresa.

Segundo o blog de Lauro Jardim, se o BB der seguimento ao negócio, o Bradesco apresentará uma oferta.

BBAS3 avalia alternativas para BB Gestão de Recursos

Em comunicado nesta segunda-feira (25), o banco alega que segue “avaliando alternativas” para eventual venda envolvendo a subsidiária integral BB Gestão de Recursos – Distribuidora de  Títulos  e  Valores  Mobiliários  S.A.  (BB  DTVM).

“Não há decisão materializando qualquer negociação envolvendo o segmento de asset management no âmbito da governança do BB”, afirma o banco.

Vamos (VAMO3) pode levantar até R$ 1,495 bi em oferta

A Vamos (VAMO3) definiu o preço por ação de sua oferta restrita de ações entre R$ 21,92 e R$ 28,50. Com isto, deverá movimentar de R$ 1,150 bilhões a R$ 1, 495 bilhões, considerando ações adicionais e suplementares.

A oferta consistirá na distribuição pública primária de 34.215.328 de ações e secundária de, inicialmente, 11.405.109 de ações, de titularidade da Simpar (SIMH3).

CCR (CCRO3) informa movimentação na AutoBAn

A CCR (CCRO3) informa que teve queda de 3,7% na movimentação de veículos em sua unidade AutoBAn, no período de 15 a 21 de janeiro, na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Já no período de 1 de a 21 de janeiro, a queda é de 2,4%.

CCR

Reprodução/CCR

BR Malls (BRML3): Morgan Stanley passa a deter 4,5%

A BR Malls informa que o Morgan Stanley passou a adquirir 4,5%  do total de ações ordinárias da companhia.