Banco Central realiza novo leilão de até US$1 bi em swaps cambiais

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Wikipedia

O BC informou nesta quinta-feira que faria hoje (14), mais um leilão de até 20 mil contratos swap cambial tradicional, correspondente a US$ 1 bilhão, em leilão desses contratos.

Ontem, o Banco Central executou a mesma transação, no entanto sem aviso prévio, quando a divisa americana atingia novas máximas históricas nominais de R$ 4,38. As informações são da Reuters.

A oferta líquida de swaps cambias ontem foi a primeira em mais de 10 anos. Desde 2008, a instituição realizava somente leilões de rolagem e, depois, começou a troca de instrumentos (de swap cambial para dólar à vista), para atender a demanda pela divisa, então concentrada no mercado spot.

Os 20 mil contratos foram ofertados entre 9h30 e 9h40 de hoje. O lote será disponibilizado com vencimentos em 3 de agosto de 2020, 1º de outubro de 2020 e 1º de dezembro de 2020.

Nesta quinta, o Banco Central injetou uma liquidez de US$ 1 bilhão no mercado futuro por meio dos contratos. A medida auxílio no recuo da moeda americana, que terminou ontem em queda de 0,34%, a R$ 4,3356 na venda.

A intervenção da instituição acontece após semanas de declínio do real, que apresenta queda 7,44% em 2020 em comparação ao dólar, pior performance entre 33 pares da divisa americana.