Banco Central lança portal que reúne dados de todas as instituições financeiras no Brasil

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor

Crédito: Foto Sérgio Lima/Poder 360.

O Banco Central (BC) lançou essa semana a Central de Demonstrações Financeiras do Sistema Financeiro Nacional (CDSFN), um portal que reúne dados de todas as instituições financeiras que estão autorizadas a atuar no Brasil. O intuito é oferecer “mais transparência” ao consumidor.

Em comunicado, o BC disse que “reunir as demonstrações em um só espaço irá facilitar o acesso de todos, além de permitir maior consistência, continuidade e comparabilidade da informação disponibilizada ao público”.

O portal permite também que as informações se tornem acessíveis e transparentes, o que não acontecia antes, quando os dados ficavam soltos em sites e comunicados de cada uma das entidades financeiras.

Otávio Damaso, diretor de Regulação do BC, disse que “as instituições somente estavam obrigadas a realizar a publicação no Diário Oficial e jornal de grande circulação, o que limitava seu alcance”.

Informações disponíveis

O público poderá acessar informações das instituições como o balanço patrimonial, demonstração das mutações do patrimônio líquido, demonstração do resultado do exercício, demonstração dos fluxos de caixa e demonstração do resultado abrangente.

Além disso, todas as informações divulgadas vêm acompanhadas por “notas explicativas” que contextualizam o determinado “período administrativo” no qual pertence o dado.

A expectativa do Banco Central é que até junho de 2020, mais informações referentes ao período de 2014 a 2019 sejam acrescentadas. O processo de coleta de informações começou em dezembro de 2019, após comunicado geral enviado pelo BC para as instituições financeiras autorizadas a operar no Brasil.

Todos os dados estão disponíveis no site por meio de arquivos em PDF.

A Central de Demonstrações Financeiras foi criada pela Circular 3.964, de 25 de setembro de 2019. As instituições financeiras, então, encaminharam ao BC demonstrações financeiras individuais e consolidadas anuais, semestrais e intermediárias, elaboradas para fins de cumprimento da obrigação de divulgação ou publicação estabelecida na legislação ou na regulamentação específica.

As informações são do site SeuDinheiro.